Fonte: OpenWeather

    Enem


    Enem 2021: Candidatos se atrasam ao confundirem o horário em Manaus

    Na capital amazonense, os portões abriram às 11h, e seguiram aberto até às 12h, quando é obrigatório fechar. As provas tiveram início às 12h30 (horário local)

     

    Na Centro Universitário Nilton Lins - um dos locais maiores locais de realização de provas em Manaus -, na Zona Centro-Sul, a movimentação foi intensa e seguiu até às12h
    Na Centro Universitário Nilton Lins - um dos locais maiores locais de realização de provas em Manaus -, na Zona Centro-Sul, a movimentação foi intensa e seguiu até às12h | Foto: Bianca Fatim

    Manaus (AM) - Marcado por confusão de horários e realizado em diversas instituições de ensino, o primeiro dia do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) aconteceu em Manaus e em todo o território nacional neste domingo (21). A prova movimentou centenas de estudantes manauaras mesmo em meio às suspeitas de interferência indevida do Governo Federal. 

    Na Centro Universitário Nilton Lins - um dos locais maiores locais de realização de provas em Manaus -, na Zona Centro-Sul, a movimentação foi intensa e seguiu até às12h, quando os portões foram fechados para o início do certame.

      Na capital amazonense, os portões abriram às 11h, e seguiram aberto até às 12h, quando é obrigatório fechar. As provas tiveram início às 12h30 (horário local). No horário de Brasília, as provas aconteceram uma hora a mais e acabou confundindo os candidatos.  

    A prova, que tem realização anual, cria uma expectativa em torno do horário do fechamento dos portões. Isso por que o momento rende memes na internet com os "atrasados do Enem". Este ano, em Manaus, algumas pessoas ficaram de fora do portão após enfrentarem problemas. 

     

    Um dos inscritos do exame e que, infelizmente, perdeu o horário e chegou às 12h02, foi o contador Valdomiro Alves
    Um dos inscritos do exame e que, infelizmente, perdeu o horário e chegou às 12h02, foi o contador Valdomiro Alves | Foto: Bianca Fatim

    Um dos inscritos do exame e que, infelizmente, perdeu o horário e chegou às 12h02, foi o contador Valdomiro Alves. O candidato do certame queria tentar o curso de direito, mas, por conta de ter dormindo mal durante a noite, não conseguiu chegar a tempo para realizar o exame. Os portões tinham acabado de fechar.

    "Eu não estou bem de saúde e fiquei tentando me recuperar para vir. Infelizmente, corri, mas não deu tempo", conta Alves.

    O contador, que é morador da Cidade Nova, zona Norte de Manaus, ainda afirma que ficou tentando ficar bem para realizar o Enem e tentar uma oportunidade de cursar um novo curso, porém, por conta da dependência do transporte público, não conseguiu. 

    Além de Valdomiro, uma mãe chegou acompanhando o filho, de 17 anos, às 12h15. A mulher, que não quis se identificar, contou à reportagem do EM TEMPO  que fez confusão por conta do horário de Brasília. 

    Ela acreditava que os portões fechavam às 13h e estava crente que haviam chegado adiantados. No entanto, estavam 15 minutos atrasados. 

    Deixando a identidade em casa

      Um outro caso de desclassificação da prova foi a da jovem Denise, de 17 anos. A reportagem pôde presenciar o momento de angústia em que o pai da adolescente, José Claudio, de 60 anos, tentava entregar a identidade para a filha. Ela já estava na sala, pronta para fazer o exame, mas esqueceu a identidade, uma das exigências para os candidatos.  

    O pai foi acompanhar a adolescente, que está em seu último ano do ensino médio, até o local de prova. Eles são moradores do Parque São Pedro, na zona Oeste de Manaus, e foram até o Parque das Laranjeiras, onde fica o Centro Universitário Nilton Lins, usando o transporte público. 

    "Depois que ela tinha entrado é que a tia dela me ligou e disse que a minha filha tinha deixado a identidade em casa. Fiquei desesperado! Encontrei um conhecido que mora perto e me levou lá para pegar a identidade dela. Cheguei antes de 12h aqui, mas a gente se desencontrou", lamentou o pai. 

    No fim, a menina não conseguiu encontrar o pai e decidiu sair do local de prova. Com o semblante triste, os dois se encontraram e a menina prometeu que irá tentar o Enem no ano que vem. 

    Realização no Amazonas

      No Amazonas, pelo menos 107.816 jovens da rede estadual de ensino deverão participar do processo, de acordo com dados da Secretaria de Estado da Educação e Desporto (Seduc), sem contar com a rede privada.  

     

    lém de Valdomiro, uma mãe chegou acompanhando o filho, de 17 anos, às 12h15. A mulher, que não quis se identificar, contou à reportagem do EM TEMPO  que fez confusão por conta do horário de Brasília
    lém de Valdomiro, uma mãe chegou acompanhando o filho, de 17 anos, às 12h15. A mulher, que não quis se identificar, contou à reportagem do EM TEMPO que fez confusão por conta do horário de Brasília | Foto: Bianca Fatim

    São 200 escolas disponibilizadas pela Secretaria de Estado de Educação e Desporto do Amazonas (Seduc) para a realização da provas nos dias 21 e 28 de novembro. Destas, 100 estão em Manaus e 112 no interior. A Seduc também garantiu a sanitização dos espaços. 

    Primeiro dia 

    Neste ano, o primeiro dia contou com uma prova contendo a redação dissertativa-argumentativa, com o tema "Invisibilidade e Registro Civil: garantia de acesso à cidadania no Brasil" - e 90 questões objetivas: 45 delas dos componentes linguagens, códigos e suas tecnologias, e 45 de ciências humanas e suas tecnologias. Os candidatos terão até as 19h para terminar o exame.

     No próximo domingo (28), as provas de ciências da natureza e suas tecnologias, matemática e suas tecnologias serão aplicadas. 

    Confira as lives da cobertura do Enem com a repórter Bianca Fatim: 

    Veja o fechamento dos portões do Enem | Autor: Portal Em Tempo
     
    Confira a movimentação do Enem na Universidade Nilton Lins | Autor: Portal Em Tempo
     
    Confira as mudanças no trânsito e linhas de ônibus para o Enem em Manaus | Autor: Portal Em Tempo
     


    Leia mais: 

    Estudantes amazonenses se preparam para primeiro dia de prova do Enem

    Enem começa a ser aplicado em 1,7 mil cidades neste domingo

    Invisibilidade e Registro Civil é tema da redação do Enem 2021