Fonte: OpenWeather

    Desaparecido


    Após 11 dias, bombeiros encerram buscas por menino em mata no AM

    A criança teria corrido para uma área de mata em Manacapuru para não apanhar do padrasto

     

    O caso é investigado pela PC
    O caso é investigado pela PC | Foto: Divulgação

    Manacapuru (AM) - Após 11 dias de atuação das equipes do Corpo de Bombeiros Militar do Amazonas (CBM-AM), em uma área de mata do município de Manacapuru, a 68 quilômetros da capital, as buscas pelo pequeno Gabriel Souza Chaves, de 11 anos, foram encerradas nesta quarta-feira (1°). A informação foi repassada pela assessoria do órgão. Até o momento, a criança não foi localizada. 

    Michele dos Santos Souza, de 23 anos, e Francisco Delfim Teles Chaves, de 54 anos, mãe e padrasto do pequeno Gabriel Souza Chaves, de 11 anos, foram presos preventivamente na terça-feira (30), por pontos "obscuros" nas investigações a respeito do desparecimento do garoto, visto pela última vez  no dia 19 de novembro. O menino teria desaparecido em uma área de mata, após correr para não apanhar do padrasto. 

    Uma verdadeira força tarefa entre equipes de bombeiros, policiais militares, civis e comunitários foi realizada desde o desaparecimento para localizar o menino. Nada além de rastros supostamente da criança foi encontrado nas buscas realizadas na comunidade Lago do Jacaré.

    As investigações acerca do caso estão em andamento e mais informações não foram repassadas pela polícia. O padrasto e a mãe do menino permanecem presos mediante a mandado de prisão temporária. 

    O caso é acompanhado pela Polícia Civil e pelo Ministério Público do Estado do Amazonas. A família alega que a criança possui deficiência mental, mas não há comprovação médica. Informes colhidos durante interrogatório com comunitários, apontam que o menino sofria agressões físicas por parte de seu padrasto.

    Leia Mais

    Mãe e padrasto de menino que desapareceu na mata são presos no AM

    Homicídios disparam em Manaus e têm alta de 55% em um ano, segundo SSP

    Técnico de enfermagem que estuprou grávida é procurado pela PC-AM