Fonte: OpenWeather

    Nova variante


    Manacapuru é o primeiro município do Amazonas a cancelar réveillon

    Com o surgimento de três casos confirmados da nova variante Ômicron no Brasil, a administração municipal decidiu cancelar a festividade

    Até esta quinta-feira (2), pelo menos 14 capitais cancelaram o réveillon no país
    Até esta quinta-feira (2), pelo menos 14 capitais cancelaram o réveillon no país | Foto: Reprodução da Internet

    Manacapuru (AM) - Com o surgimento da nova variante Ômicron, autoridades do município de Manacapuru (a 98,8 quilômetros de Manaus) tomaram a decisão de cancelar a festa da virada de ano, no dia 31, na cidade conhecida como a princesinha do Solimões.

    Segundo a nota da prefeitura do município, divulgada pelas redes sociais do órgão nesta quinta-feira (2), a resolução deu-se  justamente pela preocupação em aumentar o número de casos na região. 

    "Após uma reunião com a equipe da secretaria de saúde, analisando o surgimento de uma nova variante do coronavírus e a preocupação com um possível aumento de casos no município, o prefeito Beto D’Angelo decidiu não realizar a festa de réveillon em Manacapuru", informou a nota.

    Em entrevista concedida ao EM TEMPO, o gestor municipal explicou que o município foi afetado duramente pela pandemia e que o surgimento de doenças virais, nesta época, podem se confundir com o coronavírus. 

    "

    Manacapuru foi uma cidade muito atingida, tanto pela primeira como a segunda onda, e isso já nos dá a certeza de que não devemos, de maneira nenhuma, relaxar nessa decisão. [...] De uma forma preventiva, já tomamos essa decisão - de prefeitura não fazer o réveillon - e estamos tomando medidas para orientar novamente a população para que não aglomere e que possamos ter o comércio funcionando. [...]Temos muitas doenças virais nesse momento pela sazonalidade da região, que se confunde com a Covid-19, então por essas situação, decidimos assim" "

    Beto D’Angelo, prefeito de Manacapuru

     

    Outros cancelamentos

    Até esta quinta-feira (2), pelo menos 14 capitais cancelaram o réveillon em função do surgimento da nova variante e, principalmente, pelo diagnóstico positivo no Brasil.  

      Nesta semana, o país já registou três casos da variante Ômicron no estado de São Paulo. O mais recente, trata-se de um passageiro de 29 anos, que veio da Etiópia e desembarcou no Aeroporto Internacional de São Paulo, em Guarulhos, no último sábado (30).  

    Os outros dois casos positivos para a nova variante vieram de um homem, de 41 anos, e uma mulher, de 37, missionários na África do Sul, que desembarcaram no mesmo aeroporto no dia 23 de novembro. Depois de receber o diagnóstico, o casal passou a ficar em isolamento social. Nos três casos, todos já tinham sido vacinados. 

    Nova variante 

    Intitulada por Ômicron - letra grega correspondente à letra “o” do alfabeto -, a nova cepa foi identificada em botsuana, país vizinho à África do sul. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), a variante pode se tornar responsável pela maior parte de novos registros de infecção pelo novo coronavírus em províncias sul-africanas. 

    Leia mais:

    Principal resposta contra Ômicron é vacinação, diz ministro

    Salvador cancela festa de Réveillon por conta de nova variante Ômicron

    Temor na OMS: nova cepa do coronavírus pode ser resistente à vacina