Fonte: OpenWeather

    RESSOCIALIZAÇÃO


    Presidiários realizam manutenção em unidade prisional do Amazonas

    Os serviços de manutenção e reforma da unidade atingem a área administrativa, os pavilhões, a quadra de vivência e as celas de triagem.

     

    Seis internos participantes do programa de ressocialização Trabalhando a Liberdade estão atuando na frente de trabalho.
    Seis internos participantes do programa de ressocialização Trabalhando a Liberdade estão atuando na frente de trabalho. | Foto: Divulgação/Seap

    Manaus (AM) - Os reeducandos do sistema prisional amazonense estão atuando, desde novembro, nos serviços de reforma e manutenção do Centro de Recebimento e Triagem (CRT), unidade prisional localizada no ramal do Km 08 da BR-174 (Manaus-Boa Vista), nas dependências do Centro de Detenção Provisória de Manaus 1 (CDPM 1).

    A reforma do local visa promover novas melhorias aos espaços e dar mais segurança aos servidores e colaboradores.

    Os serviços de manutenção e reforma da unidade atingem a área administrativa, os pavilhões, a quadra de vivência e as celas de triagem.

      Entre os trabalhos executados no local estão incluídos a pintura, a reestruturação do espaço administrativo, a manutenção da quadra e o reforço nas travas das celas, além do fortalecimento de grades e pintura das mesmas.  

    Ao todo, seis internos participantes do programa de ressocialização Trabalhando a Liberdade, da Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap), estão atuando na frente de trabalho.

    Eles passaram por cursos de capacitação como os de pintura, pedreiro e elétrica, e estão aptos a realizar os serviços.

    "

    Essa reforma chegou com o objetivo de fornecer melhorias e avanços para a nossa unidade. Por meio dela, podemos acelerar os processos de triagem e tornar o dia a dia dos nossos servidores e colaboradores mais seguro. Além disso, essas atividades desenvolvidas aqui estão promovendo oportunidades de trabalho e ressocialização para os internos do sistema prisional, o que é extremamente importante para o processo de reintegração social deles. "

    Robert Barreto, diretor do CRT

     

    A previsão é de que os trabalhos na reforma do CRT sejam finalizados no dia 10 de dezembro, com a entrega da unidade possuindo mais reforço na segurança da carceragem e a devida identificação das celas por numeração.

    Leia mais:

    Detentos realizam trabalhos de limpeza na orla de Humaitá, no AM

    Mão de obra carcerária atua em trabalhos de construção pública

    Seap e Sebrae realizam nova rodada de oficinas sobre Empreendedorismo