Fonte: OpenWeather

    Vítima fatal


    Piloto de teste morre após ser atropelado em Manaus

    O caso ocorreu na avenida Rodrigo Otávio, na Zona Sul de Manaus, uma das avenidas onde acontece vários acidentes fatais

     

    O piloto de testes tinha 27 anos
    O piloto de testes tinha 27 anos | Foto: Reprodução/Facebook

    Manaus (AM) - O trânsito da capital do Amazonas foi marcado por uma tragédia na noite de sexta-feira (3). O piloto de teste Luan Dornelles Vasconcelos de Almeida, de 27 anos, morreu após ser atropelado na avenida Rodrigo Otávio, bairro Japiim, Zona Sul de Manaus. 

      De acordo com as autoridades, o acidente ocorreu por volta das 23h. No boletim de ocorrência, registrado no 1º Distrito Integrado de Polícia (DIP), familiares relataram à polícia que o veículo envolvido no atropelamento "ainda não foi identificado".  

    O EM TEMPO entrou em contato com parentes da vítima para confirmar se o motorista que dirigia o carro que atropelou Luan Dornelles fugiu sem prestar socorro, mas os familiares do jovem preferiram não dar declarações a respeito do caso. 

    A vítima morreu ainda no local do acidente. Após o corpo ter sido removido ao Instituto Médico Legal (IML), médicos legistas concluíram que a causa da morte do jovem foi lesões cerebrais e em outros órgãos vitais, além de politraumatismo. O caso deverá ser investigado pela Polícia Civil. 

    Outro caso

    Também na avenida Rodrigo Otávio, Suzy Pedrosa Caldas, de 38 anos, estava com a enteada Maria Eduarda Caldas, de apenas 17 anos, quando as duas foram esmagadas por um caminhão e morreram, em agosto. 

    Madrasta e enteada estavam em um carro de passeio e haviam parado em um semáforo vermelho quando foram atingidas pelo veículo pesado que não conseguiu frear a tempo. Testemunhas relataram que Maria Eduarda e Suzy estavam voltando de uma visita que haviam realizado à mãe da adolescente em um hospital da capital. O acidente foi flagrado por uma câmera de segurança.

    Leia mais