CARNAVAL


Confira os enredos das escolas de samba de Manaus no Carnaval 2019

Do Pará ao "Sonho de ser milionário", as escolas de samba estão a todo vapor para apresentar os temas pela disputa do troféu no Carnaval 2019

A felicidade também será tema de uma das escolas este ano
A felicidade também será tema de uma das escolas este ano | Foto: Marcely Gomes


Manaus – Faltando pouco mais de dois meses para que a passarela do samba abra os portões às agremiações recreativas do grupo especial de Manaus, as Escolas de Samba já apresentam os temas que devem colorir o Carnaval 2019 na disputa pelo título de campeã.

O Portal Em Tempo conversou com a presidência das oito agremiações que compõem o grupo especial sobre a escolha dos temas apresentados em 2019. A reportagem também questionou os objetivos culturais de cada história e também o processo criativo na escolha de cada título.

Vitória Regia

A Vitória Régia está localizada no coração do bairro Praça 14 de Janeiro
A Vitória Régia está localizada no coração do bairro Praça 14 de Janeiro | Foto: Divulgação


Comemorando 43 anos de histórias no Carnaval de Manaus, a Escola de Samba Vitória Régia traz a história de Umberto Calderaro. Com o enredo "Tinta nas veias, a verdade nas mãos: na crítica de Calderaro ‘70 anos’ a voz de uma nação”, o grêmio recreativo promete levar para o sambódromo a saga de um dos maiores nomes no cenário jornalístico do Amazonas.

A confirmação foi feita pelo presidente do grêmio, mestre Didi Redman. Ao Portal Em Tempo, ele falou sobre o processo criativo do enredo.

“Para fazer a apresentação do enredo, recorremos a lenda da Vitória Régia, que conta a origem de uma das maiores plantas aquáticas do mundo. No folclore brasileiro, ela é personificada em Naiá. Uma bela índia que, assim como outras nativas, desejava se transformar em uma estrela, mas acabou virando flor nas águas do Amazonas. Através da história da Vitória Régia, contaremos a saga de um bravo guerreiro, o jornalista Umberto Calderado Filho e a materialização de seu sonho, o jornal 'A Crítica'. Em outras palavras, Naiá, a Vitória Régia, exalta Calderaro e os 70 anos do porta voz da Amazônia”, explica o mestre Didi.

Andanças de Cigano

Alguma vez você já se questionou sobre como é ser um milionário? No Carnaval de 2019 a Escola de Samba Andanças de Cigano traz esse questionamento no tema: “De trabalhador a empresário, o sonho de ser um milionário”.

De acordo com o presidente do grêmio recreativo, Vilson Benayon, uma equipe criativa elaborou uma análise dos pontos positivos e negativos na construção da vida de um milionário.

O presidente explica que nessa estrada muitos cometem deslizes na ambição pelo poder que o dinheiro proporciona. Pensando nisso, em 2019, o enredo deve contar a história de diversos personagens que ficaram marcados nesse cenário.

“A Escola de Samba Andanças de Ciganos também ressalta no tema do Carnaval 2019 que existe sim a chave do sucesso. Explicamos no enredo os pontos positivos para se tornar 'um vencedor'. Queremos levar Manaus a acreditar nos seus sonhos e a nunca desistir de lutar pelo que se deseja”, conta Benayon.

Reino Unido da Liberdade 

 A Reino Unido foi uma das campeãs de 2018
A Reino Unido foi uma das campeãs de 2018 | Foto: Marcely Gomes


Atual tricampeã do Carnaval na capital do Amazonas, a Reino Unido da Liberdade vai levar à passarela do samba o tema “Tambores, Crença e Costumes Afro-Brasileiros – A Benção Mãe Zulmira”. A escola vai celebrar os 30 anos do seu primeiro título.

Em 1989, num dos maiores desfiles já realizados na antiga “Avenida do Samba” da Djalma Batista, a Reino venceu com “Mãe Zulmira, o Amanhecer de Uma Raça”. O enredo conta a história da famosa mãe de santo do bairro Morro da Liberdade.

Em 2019, a escola já coleciona 12 títulos como campeã do Carnaval em Manaus e esse ano busca, mais uma vez, levar o troféu para o bairro da Zona Sul da cidade.

“Esse ano, nós vamos em busca do tetracampeonato no Carnaval amazonense e a escola já está a todo vapor para garantir mais essa vitória. Por isso, a Reino Unido leva muita fé, espiritualidade e emoção para avenida neste ano. Em homenagem a nossa eterna Mãe Zulmira, o público deve se emocionar com o legado cultural, artístico e espiritual deixado por essa grande mulher - que faz parte da história desse Estado”, revela o diretor de Harmonia do grêmio recreativo, Clemilton Pinto.

A Grande Família  

A Grande Família traz o tema Felicidade em 2019
A Grande Família traz o tema Felicidade em 2019 | Foto: Divulgação


A Escola de Samba A Grande Família canta a alegria ao convidar os foliões para embarcarem no “Universo da felicidade - uma viagem que não tem fronteiras, início, meio e fim; mas, que toca o nosso coração, liberta a nossa alma e concretiza nosso desejo”. É assim que a direção do grêmio define o tema levado para a disputa desse ano e que homenageia Murilo Rayol no enredo.

“A felicidade não se explica, não é palpável, mas sente-se. A felicidade não se vê, não se ouve, mas saboreia-se, vislumbra-se. Quer felicidade? Não espere por ninguém. Seja feliz no agora. Tudo se realiza, primeiro, dentro de você”, diz Leonardo Fiero, presidente da Escola de Samba.

Para falar de amor próprio, o grêmio escolheu contar a história de alguém que sabe bem o que fazer para ser feliz – a figura amazonense, Murilo Rayol – poeta, cantor, compositor e empresário.

“O nosso gênio da felicidade é uma pessoa que representa a superação. Ele representa também como é vencer as adversidades, lidar com as perdas e, mesmo assim, seguir sem se abater”, completa o presidente do grêmio.

Primos da Ilha

Levantando a bandeira da luta contra o preconceito, a Escola de Samba Primos da Ilha traz o tema “Não queremos aceitação, queremos respeito. Quer falar de cura? Cure o seu preconceito”.

Em um ano onde o novo governo federal é protagonista de diversos episódios envolvendo declarações polêmicas à classe LGBT, o grêmio recreativo decidiu usar a liberdade poética do Carnaval para dizer não à homofobia.

A presidente da escola, Regiane Araújo, conta que, por meio de uma apresentação extremamente colorida, a Primos da Ilha promete levar conscientização sobre o tema. A música e a espiritualidade vão compor o enredo.

“O preconceito fere os direitos básicos dos LGBT’s todos os dias e o nosso grito é pelo fim da intolerância. Há outras formas de viver o amor e é preciso entender e respeitar as escolhas de cada um. Na comunhão entre o amém e o axé, é na espiritualidade que o respeito e o equilíbrio acontecem”, diz Regiane Araújo.

Mocidade Independente de Aparecida

A Aparecida leva o nome do bairro onde foi fundada
A Aparecida leva o nome do bairro onde foi fundada | Foto: Divulgação


Colecionando 22 troféus de campeã do Carnaval amazonense, a Escola de Samba Mocidade Independente de Aparecida escolheu trazer o estado do Pará para a passarela do samba em 2019.

A informação foi dada pelo presidente da agremiação, o jornalista Saulo Borges, que esse ano corre atrás de mais um título com o tema “Égua maninho! Espia só! Tem açaí, tem tucupi, tem maniçoba, tem carimbo, sairé e siriá. Tem boto, tem Iara, tem Marajó... Encantaria de Arrepiar. Tem Ver-o-peso, rio e mar. Tem a Nazinha a abençoar... Aparecida vem mostrar que aqui também tem Pará”.

De acordo com Saulo, a presença dos vizinhos paraenses em Manaus já soma cerca de 600 mil habitantes e o número impacta diretamente na construção da identidade cultural do estado do Amazonas. O Estado funciona como referência em Centro Urbano para os paraenses que chegam por aqui em busca de qualidade de vida, por meio do trabalho e dos estudos.

“Esse ano estamos preparando uma grande homenagem ao povo do Pará. No Amazonas já são 600 mil habitantes paraenses. Cerca de 400 mil só em Manaus. Nosso objetivo é desmistificar o preconceito que existe do povo amazonense contra o paraense e, por isso, vamos celebrar nossos irmãos nortistas com um enredo que conta a história de luta e resistência desse povo. Vamos trazer para a passarela do samba muita cultura, dança, culinária, além de homenagear Nossa Senhora de Nazaré", conta

Unidos da Alvorada 

A Escola de Samba Unidos da Alvorada chega ao Carnaval 2019 com todas as “cartas na manga” para levar o título de campeã. O grêmio recreativo elegeu o tema “All-in – Copag pra ver. Na passarela do Samba a Alvorada dá as cartas”,

A escola decidiu homenagear a empresa de jogos de cartas, Copag, e falar sobre a atuação do ramo na cidade. Quem explicou foi o carnavalesco do grêmio, Edmundo Martins.

“Nós tínhamos dois temas pre-definidos, mas decidimos falar dos jogos de cartas e dessa cultura dos jogos. Um dos diretores da nossa escola é empresário e trabalha na Copag, por isso vimos aí uma facilidade em desenvolver o tema na avenida”, diz Edmundo, carnavalesco da escola há cinco anos. 

Vila da Barra

O grêmio recreativo Vila da Barra foi a única escola de samba que, até o momento, ainda não informou o tema que deve ser apresentado durante a disputa pelo título de campeã no Carnaval 2019.

A história que a Vila da Barra deve apresentar na passarela do samba só será revelada ao público a partir deste sábado (12) durante um evento realizado na quadra da escola, localizada na Avenida Brasil, no bairro Compensa, próximo à Prefeitura de Manaus, na Zona Oeste da cidade. A entrada custa R$5 e a festa começa às 21h. 

Pauta e edição: Bruna Souza

Leia mais:

| Foto: Marcely Gomes

Confira as bandas confirmadas no Carnaval 2019 de Manaus

Cauxi Eletrizado abre temporada carnavalesca no Bar Palafita

Chegada da Kamélia marca abertura do Carnaval 2019 em Manaus