Fonte: OpenWeather

    Carros


    Não faça do seu carro uma "lancha"

    Passar por alagamentos pode danificar o veículo e trazer prejuízos. Saiba Mais na matéria do EM TEMPO!

     

    O EM TEMPO separou algumas dicas para garantir que o motorista não seja pego desprevenido
    O EM TEMPO separou algumas dicas para garantir que o motorista não seja pego desprevenido | Foto: Brayan Riker

    MANAUS - Nesta época do ano, notícias sobre carros engolidos por enchentes são frequentes no noticiário. Mas o que fazer na prática quando se é surpreendido por um alagamento e não há como escapar?

    O EM TEMPO separou algumas dicas para garantir que o motorista não seja pego desprevenido. A primeira: se possível, não saia com o carro nestes dias.

     Começou a chover forte, a água está subindo. E agora?

     

    Centro de Manaus alagado após forte Chuva, no dia 14 de junho
    Centro de Manaus alagado após forte Chuva, no dia 14 de junho | Foto: Reprodução

    Em primeiro lugar, observe os outros carros que eventualmente estejam trafegando pelo local do alagamento.

    Segundo o especialista técnico mecânico automotivo, Mark Tury, caso o motorista precise passar de toda forma, é preciso analisar alguns parâmetros. 

    "

    O nível de segurança para passar em áreas alagadas é até o meio da roda, ou seja, mais ou menos na parte debaixo do assoalho do carro. Acima desse nível tem risco de entrar água no carro, no câmbio e no motor, o que pode causar danos "

    Mark Tury, técnico mecânico automotivo

     

    Outro fator a se atentar no momento de atravessar o alagamento é a marcha correta. "Os veículos com câmbio manual entra na área alagada em 1°marcha, na média entre 2.000 e 3.000 rpm, assim que se formar a onda na frente do veículo pisa na embreagem mantendo o motor com a rotação elevada para não entrar água no escapamento e quando a onda estiver um pouco à frente, solta a embreagem e segue a onda".

    O técnico, que também dá dicas no canal no YouTube 'Power Drive Car Service', explica que em casos de alagamentos com o nível acima da altura do meio do veículo, deve-se abrir a porta para a água entrar para poder o veículo não flutuar e esperar o resgate em cima do teto do veículo.

    Para os carros com câmbio automático, a atenção deve ser redobrada. A água pode entrar e contaminar o óleo da caixa de marcha.

    "Veículos com câmbio automático, é preciso selecionar a alavanca no D1 ou modo manual e seguir a recomendação válida para os veículos com câmbio manual", destaca Tury.

    Alturas recomendadas

     

    Posições permitidas
    Posições permitidas | Foto: Reprodução

    O técnico automotivo recomenda quais decisões diante de alagações e qual altura são permitidas passar com o carro. E acrescenta que todo manual do carro tem esta orientação.

    "

    Faixa verde é seguro passar em áreas alagadas seguindo as recomendações de velocidade; faixa amarela vai entrar água na cabine, câmbio e possivelmente no motor, o que pode causar calço hidráulico e quebra; na faixa vermelha é necessário desligar o motor e sair do carro tomando os devidos cuidados dependendo da situação "

    técnico mecânico automotivo, Mark Tury

     

    Danos mecânicos

    Quando se trata de problemas mecânicos, é difícil precificar sem fazer o diagnóstico do carro. Dependendo da quantidade de componentes atingidos pela água, o custo do conserto pode chegar a mais de 75% do valor do veículo, o que já é considerado perda total.

    Danos elétricos

    A parte elétrica também costuma dar dor de cabeça após uma enchente, com problemas dos mais variados. Quanto mais luxuoso e tecnológico for o carro, mais trabalhoso é o processo.

    As falhas mais comuns são no kit de injeção, sistema ABS dos freios e central multimídia. 

    Cuidados antes de sair de casa

    – Verifique se as palhetas do para-brisa não estão ressecadas;

    – A água do esguicho deve ter líquido desengordurante;

    – Confira se as todas as luzes (faróis, lanternas etc.) estão em perfeito estado;

    – Jamais rode com pneus carecas;

    – Verifique o sistema de freios;

    – Observe se os desembaçadores traseiro e dianteiro estão funcionando;

    – Avalie se as borrachas das portas estão em bom estado para vedar a entrada de água;

    – A bateria deve estar em bom estado e bem carregada.

    Leia Mais

    Carros ficam submersos em ruas alagadas após forte chuva em Manaus

    Chuva e ventania causam estragos em Manaus nesta quarta-feira (23)

    Novo 'repiquete': Rio Negro sobe 1 cm e volta a marcar 30,01 metros