Fonte: OpenWeather

    Assistência


    Projetos comunitários do AM recebem R$659 mil do governo japonês

    Doação faz parte do programa de assistência humana do Japão para iniciativas em prol da sociedade amazonense

    Consulado e entidade participaram da cerimônia assinatura de doação | Foto: Leonardo Mota

    Manaus - Dois projetos comunitários do Amazonas foram contemplados com doação financeira do Governo do Japão. O auxílio faz parte Programa de Assistência para Projetos Comunitários de Segurança Humana (APC) daquele país, que contempla propostas voltadas para saúde, educação, meio ambiente e assistência social, entre outras. Ao todo, as entidades beneficiadas receberão US$158,1 mil - aproximadamente R$659 mil - para fortalecer suas atividades no Estado. A cerimônia de assinatura da doação ocorreu na quarta-feira (15) no Consulado Geral do Japão em Manaus.

    “O dinheiro da doação é oriundo do imposto do povo do Japão”, explica a cônsul-geral, Hitomi Sekiguchi. “Destinamos uma parte dele ao APC, e quando as entidades nos procuram, nós analisamos, o projeto é aprovado e então contemplado com essa ajuda financeira”.

    “Mais do que tudo o povo do Japão se sente muito feliz e honrado em poder contribuir com essa parceria”, acrescentou Hitomi.

    Assistência

    Um dos projetos agraciados foi o da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais de Itacoatiara (APAE Itacoatiara), que atua há 40 anos no município prestando assistência e serviços de saúde e educação a pessoas com deficiência. Segundo a presidente da instituição, Sirange Bezerra, são mais de 700 pessoas beneficiadas com o trabalho da APAE.

    “Temos um trabalho intenso e importante em Itacoatiara, atendendo 777 pessoas e seus familiares. Essa celebração de convênio com o consulado japonês só nos engrandece. Faremos grandes melhorias na APAE e daremos mais condições de vida e assistência aos nossos usuários, que tanto esperam de nós”, declarou a presidente.

    A APAE receberá US$ 86.138 (aproximadamente R$359,4 mil). Com o dinheiro doado, a Associação fará reformas em sua estrutura elétrica geral e comprará equipamentos odontológicos, de fisioterapia e de ar condicionado.

    Dinheiro será usado em projetos de melhoria das instituições
    Dinheiro será usado em projetos de melhoria das instituições | Foto: Leonardo Mota

    Esporte

    A segunda iniciativa contemplada foi a da  Associação de Pais, Mestres e Comunitários (APMC) da Escola Estadual Brigadeiro João Camarão Telles Ribeiro, situada no bairro São Lázaro, Zona Sul de Manaus. O estabelecimento é considerado referência na rede de ensino do Amazonas, com excelente desempenho no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e em competições escolares como Olimpíadas de Matemática e História.

    “A APMC faz esse feedback entre a comunidade e a escola, e é muito importante porque cuida da parte financeira, atendendo necessidades básicas do estabelecimento procurando verbas e apoios”, diz a presidente da APMC, professora Patrícia Rocha.

    A doação japonesa ajudará a reforma da quadra esportiva coberta e melhoria na estrutura para atividades de esporte, lazer e recreação da escola estadual. O valor recebido é de US$ 71.962 (aproximadamente R$300,2 mil). O reconhecimento foi celebrado pela Secretaria da Educação do Amazonas (Seduc-AM), que já tem parceria com o governo japonês.

    “Nós, como educadores, vemos a doação como um fortalecimento das coletivas educacionais, tendo em vista que o aporte financeiro virá para somar e dar mais oportunidades aos nossos alunos, trazendo resultados positivos no ensino e aprendizagem. Isso só fortalece nossos laços de parceria com o governo japonês”, afirma a secretária executiva adjunta da Seduc-AM, professora Arlete Mendonça.

    O APC

    Japão acompanha de perto o desenvolvimento dos projetos beneficiados
    Japão acompanha de perto o desenvolvimento dos projetos beneficiados | Foto: Leonardo Mota

    Desde 2007, 18 projetos comunitários do Amazonas receberam doações do governo japonês. Os fundos da APC são concedidos a cada ano fiscal japonês (que inicia em abril) às instituições após o exame e avaliação de cada projeto. O limite de doação por proposta, em geral, é de até ¥10 milhões (ienes).

    “Consideramos a qualidade do projeto, a atividade que a entidade vem desenvolvendo, assim como a viabilidade de execução, já que esse projeto precisa ser executado no prazo de no máximo 1 ano após a assinatura”, esclarece Hitomi Sekiguchi. O Consulado Geral do Japão em Manaus acompanha periodicamente o andamento dos projetos beneficiados.