Fonte: OpenWeather

    Atendimento


    Covid-19: alunos do Literatus recebem apoio emocional gratuito

    Os alunos interessados no atendimento se inscrevem no link disponível nas redes sociais da instituição

    | Foto: Divulgação

    Manaus - Em virtude do aumento do contágio do Covid-19, doença causada pelo novo Coronavírus (Sars-Cov-2), toda a população precisou mudar a sua rotina para outra com atividades restritas que, a princípio, parece ser relaxante, mas depois de um certo tempo pode se tornar entediante, estressante e até depressivo. Essa nova realidade de isolamento social tem mexido com o psicológico de várias pessoas, então, pensando nisso, o Centro de Ensino Literatus passou a oferecer apoio emocional gratuito e online aos seus 5 mil alunos.

    “Estamos vivendo dias difíceis e receber uma orientação ou apenas ser ouvido pode fazer uma grande diferença em nossas vidas. Não precisamos ter vergonha ou medo de expor nossos medos e anseios, cuidar da nossa saúde mental é essencial também”, afirma a mantenedora da instituição, Elaine Saldanha.

    Os alunos interessados no atendimento se inscrevem no link disponível nas redes sociais da instituição e passam a fazer parte de um grupo de WhatsApp, onde receberão um link de acesso ao dia e horário da sessão individual de acolhimento, que acontecerá via videoconferência na plataforma Google Meets.

    “Será como se fosse uma sala de atendimento psicológico mesmo, só que virtual, um espaço para o aluno falar, ouvir e refletir. Além do acolhimento, a ideia é realizar um trabalho de solução, não adianta apenas ter um espaço para desabafar se não houver uma escuta qualificada para propor soluções assertivas e proativas”, explica a psicóloga do Literatus, Fabiana Saunier.

    Segundo ela, a pandemia do Coronavírus acabou criando ou intensificando muitos sintomas comuns em quadros de ansiedade, depressão e angústia devido à superexposição de informações na mídia e isolamento social. 

    “Nós, seres humanos, necessitamos socializar e interagir com outras pessoas, faz parte do nosso desenvolvimento, por isso é importante buscarmos aprimorar as competências socioemocionais, entre elas, a inteligência emocional que, inclusive, já faz parte de todas as formações técnicas do Literatus para justamente despertar no aluno a importância de identificar e lidar com suas emoções”, disse a psicóloga.

    Diferente do que muita gente pensa, Fabiana aponta que inteligência emocional não quer dizer que a pessoa não sofrerá crises emocionais, mas sim que terá consciência para entender o por que de estar sentindo aqueles sentimentos e conseguir pensar com clareza para buscar soluções pro momento que está passando.

    “Por isso, ter inteligência emocional é fundamental para conseguirmos lidar com esse momento de isolamento e entender que tudo isso vai passar, mas que vamos precisar ressignificar nossas percepções e atitudes como sociedade”, afirma a psicóloga do Centro de Ensino Literatus.