Fonte: OpenWeather

    Saúde


    Estudantes da Ufam desenvolvem aplicativo para evitar aglomerações

    Ferramenta permite verificar melhores locais e horários para realizar atividades evitando aglomerações

    As aglomerações tem sido um problema recorrente em Manaus | Foto: Lucas Silva

    Manaus – O Agende.me, ferramenta criada por estudantes da Universidade Federal do Amazonas (UFAM), permite que usuários verifiquem os melhores locais e horários para realizar atividades essenciais durante a pandemia ocasionada pelo novo coronavírus. A iniciativa também concorre ao prêmio de inovação em saúde pública.

    O aplicativo concorre na categoria "Soluções de Garantia e promoção de Saúde Pública" no Pandemic Hackfest Saúde, evento promovido pelo Ministério Público do Estado do Amazonas e instituições parceiras nos dias 11 e 12 de abril, com o objetivo de encontrar soluções rápidas e inovadoras para os problemas críticos que a saúde pública enfrenta.

    O aplicativo concorre na categoria "Soluções de Garantia e promoção de Saúde Pública" no Pandemic Hackfest Saúde
    O aplicativo concorre na categoria "Soluções de Garantia e promoção de Saúde Pública" no Pandemic Hackfest Saúde | Foto: Divulgação

    Os competidores têm uma semana para desenvolver os projetos e submetê-los à avaliação pública e do júri organizador. A competição oferece premiação em dinheiro para os três melhores projetos avaliados pelo júri. 

    Rebeca Mendes, estudante de Enfermagem na UFAM
    Rebeca Mendes, estudante de Enfermagem na UFAM | Foto: Divulgação

    Segundo Rebeca Mendes, estudante de Enfermagem na UFAM, as aglomerações têm sido um problema visto diariamente nas reportagens divulgadas pelos meios de comunicação e o intuito do projeto é evitar justamente isso. A ferramenta foi desenvolvida para permitir que a população registre suas atividades sem pôr a saúde em risco. 

    “As empresas podem cadastrar a quantidade de pessoas que elas querem simultaneamente no estabelecimento e os usuários podem consultar quais empresas estão disponíveis em determinado horário e agendar a sua ida ao local, mantendo o fluxo organizado de pessoas e evitando as filas, que são um vetor para a proliferação do vírus", esclarece Rebeca.

    Ryan Albuquerque, estudante de Engenharia Elétrica, também faz parte da equipe e afirma que se sente muito grato e motivo por participar da iniciativa. “Estamos passando por uma situação muito delicado ao redor do mundo e sabemos que muitas famílias estão sofrendo com isso. O Agende.me é uma forma de ajudar e evitar que as pessoas se exponham e exponham seus familiares”, descreve.

    O estudante conta que ele e o restante do grupo estão buscando que o aplicativo se torne uma realidade e que, por isso, estão trabalhando para extrair o máximo de funções da ideia.

    Ryan Albuquerque, estudante de Engenharia Elétrica da UFAM
    Ryan Albuquerque, estudante de Engenharia Elétrica da UFAM | Foto: Divulgação

    O projeto está em fase final de criação e obteve a segunda colocação tanto na votação popular, quanto na votação do júri. "Estamos aguardando o resultado da maratona para ganhar a licença na Playstore, só assim poderemos deixar o aplicativo disponível para as pessoas baixarem", completa Rebeca.

    Ryan ressalta que alguns outros integrantes da equipe já participaram de projetos sociais e que, se houver oportunidades, ele espera que o grupo possa participar de projetos semelhantes futuramente.

    Alguns integrantes da equipe responsável pelo desenvolvimento do Agende.me
    Alguns integrantes da equipe responsável pelo desenvolvimento do Agende.me | Foto: Divulgação

    A equipe do Agenda.me é composta por sete alunos da UFAM, sendo eles: Rebeca Mendes, Ryan Albuquerque, José Ricardo Sampaio (Ciências da Computação), Gabriel Maciel (Ciências da Computação), Maria Giovana Nascimento (Biotecnologia), Charlene Gualberto (mestrado em Biotecnologia) e Orlando Vandres (Biotecnologia).

    Além dos universitários da federal, outros também fazem parte importante do projeto: Wesley Albuquerque, Nelson Fernandes, Charlene Gualberto e Guilherme Pessoa.