Fonte: OpenWeather

    Educação


    Fametro é 4 no Enade em curso de Tecnologia em Segurança no Trabalho

    Os dados foram divulgados nesta semana pelo Ministério da Educação (MEC)

    A coordenadora do curso, Cinamor Souza, avalia que esse resultado simboliza o esforço e empenho juntamente com a equipe de docentes da instituição | Foto: Divulgação

    Manaus - O curso de Tecnologia em Segurança no Trabalho, do Centro Universitário Fametro, foi avaliado com nota 4 pelo Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade), indicador calculado com base no desempenho dos estudantes na prova de 2019. Os dados foram divulgados nesta semana pelo Ministério da Educação (MEC).

    A coordenadora do curso, Cinamor Souza, avalia que esse resultado simboliza o esforço e empenho juntamente com a equipe de docentes da instituição. “O Enade é uma importante ferramenta para mensurar nosso trabalho na sala de aula e mostrar se estamos no caminho certo e o que podemos melhorar”, aponta a engenheira de segurança no trabalho.

    E para a gestora, a equipe de docentes é um dos principais diferenciais da Fametro. “Contamos com professores com formações específicas, experiência e amplo conhecimento no mercado de trabalho, combinação que contribui significativamente para a formação profissional dos alunos”, acredita Cinamor.

    Comparada à graduação comum, que dura cerca de cinco anos, a de tecnólogo leva três anos para a conclusão, possibilitando uma rápida inserção no mercado. Diferente do técnico, após formado, o tecnólogo pode continuar seus estudos fazendo uma pós-graduação, MBA, mestrado e doutorado.

    A demanda profissional de Tecnologia em Segurança no Trabalho está em alta. A coordenadora do curso da Fametro explica que isso acontece devido à necessidade de as empresas, hospitais, obras e indústrias precisarem cumprir as normas de segurança no trabalho. “Isso o torna um profissional essencial”, ressalta a Cinamor.

    Durante a sua atuação profissional, o Tecnólogo em Segurança no Trabalho é responsável por planejar, implantar, gerenciar e controlar os sistemas de segurança laboral. Compõe equipes multidisciplinares em instituições, como membro do sistema de saúde e segurança no trabalho. Desempenha atividade de vistoria, perícia, avaliação e emissão de pareceres e condições de trabalho, bem como, pesquisa e aplicação tecnológica. Sua atuação visa à qualidade de vida dos trabalhadores e do meio ambiente, por meio da promoção e da saúde, prevenção de acidentes, doenças do trabalho e acidentes industriais.

    *Com informações da assessoria