Fonte: OpenWeather

    Formação


    Formação pedagógica é promovida para professores indígenas em Manaus

    O encontro ocorreu na Divisão de Desenvolvimento Profissional do Magistério (DDPM)

    Encontro reuniu os educadores dos 22 Centros Municipais de Educação Escolar Indígena (Cmeei) | Foto: Divulgação

    MANAUS (AM) - A Prefeitura de Manaus promoveu, nesta quarta-feira (8), a formação pedagógica para professores indígenas que fazem parte do quadro da Secretaria Municipal de Educação (Semed). Com o tema “Brinquedos das crianças indígenas: relação viva de saberes”, o encontro ocorreu na Divisão de Desenvolvimento Profissional do Magistério (DDPM), Zona Sul, e reuniu os educadores dos 22 Centros Municipais de Educação Escolar Indígena (Cmeei), da Gerência de Educação Escolar Indígena (GEEI), que atendem 497 alunos da modalidade de ensino, das etnias tukano, baré, kokama, apurinã, saterê-mauê, karapanã e tikuna.

      O objetivo da formação, realizada em tempo integral, foi proporcionar aos professores indígenas subsídios para que eles possam trabalhar em sala de aula atividades pedagógicas, que contribuam para o desenvolvimento do aprendizado dos alunos de várias etnias nos centros municipais.  

    A responsável pela GEEI da Semed, Giovana de Oliveira, destacou o aprendizado que todos tiveram e que vão colocar em prática com os alunos da modalidade.

    “Nós proporcionamos um tema que as formadoras desenvolveram, para que esses professores consigam, quando voltar para sua sala de aula, trabalhar os assuntos voltados para sua cultura. Na formação, vamos orientá-los também sobre a questão do planejamento, na elaboração de atividades, como seria esse tema voltado para cada cultura, de cada professor e para cada etnia”, comentou.

    De acordo com a coordenadora da Rede Colaborativa de Formação Continuada (RCFC) da DDPM, Rosemi Araújo, órgão responsável pela formação, o planejamento foi realizado para atender as necessidades dos educadores que trabalham nos centros municipais.

    “A importância dessa formação se dá exatamente pela partilha dos conhecimentos, dos saberes indígenas, especialmente relacionado ao currículo, ou seja, nós estamos voltados para a integração entre saberes indígenas e o que prescreve nosso currículo da educação do município de Manaus. Esses professores poderão atuar em sala de aula com melhor capacidade pedagógica e com maior responsabilidade dentro desse processo da formação e do currículo, que é o nosso principal objeto de trabalho”, ressaltou.

    Aprendizado

    A professora Inaira Melo Freitas, da etnia tukano, do Cmeei, que trabalha com alunos das etnias baré, dessano e mundurucu, participou pela primeira vez da formação. Para ela, as informações adquiridas no encontro foram fundamentais.

    “É muito importante o que eles estão fazendo para os professores. É um aprendizado, assim como eles aprendem, nós também aprendemos juntos. Nós queremos a melhoria dos centros municipais não só para mim, mas para todos. Temos a oportunidade de aprender, de levar e trazer conhecimentos. Nós vamos aprender bastante, mas o que mais eu quero é a melhoria de todos”, contou.

    Programação

    Na sexta-feira, 10/9, será realizada a formação pedagógica para professores indígenas, com o tema “Currículo Escolar – dialogando com os saberes tradicionais”. O evento será realizado na escola indígena municipal Puranga Pisasú, em tempo integral, localizada no rio Cuieiras, zona ribeirinha, mas vai reunir 16 educadores de um total de quatro unidades de ensino da modalidade, que atendem 117 alunos de várias etnias.

    Leia Mais

    Guardas municipais vão receber treinamento em policiamento turístico

    *Com informações da assessoria