Tecnologia


WhatsApp vai enviar e receber dinheiro; veja como funcionará

O Brasil será o primeiro país a receber a função de receber e enviar dinheiro pelo WhatsApp

A novidade foi divulgada nesta segunda-feira (15)
A novidade foi divulgada nesta segunda-feira (15) | Foto: reprodução

Manaus - O Brasil será o primeiro país a receber a função de receber e enviar dinheiro pelo aplicativo WhatsApp. A confirmação foi feita pela diretoria do aplicativo nesta segunda-feira (15). O usuário poderá usar cartões cadastrados para pagamentos de produtos e serviços

Os pagamentos acontecerão a partir das próximas semanas, na função denominada "Facebook Pay". Em nota, a diretoria afirmou que o recurso poderá expandir funções de pagamento para outros apps, além do Facebook e WhatsApp, ambos gerenciados pelo mesmo dono, Mike Zuckerberg. 

Como funciona?

Os usuários precisarão cadastrar um cartão na função Facebook Pay para enviar e receber dinheiro. Veja como vai funcionar:

Haverá uma função, no mesmo menu do envio de imagens, chamada "Pagamento", quando o usuário clicar nela, o aplicativo vai pedir um valor e redirecionar para a criação de uma conta. O usuário precisa aceitar os termos de uso da plataforma e criar uma senha numérica de 6 dígitos. 

Depois, o usuário vai precisar incluir nome, CPF e um cartão emitido por um dos bancos parceiros. Será preciso verificar o cartão junto ao banco, que vai enviar um código ao usuário por SMS, e-mail ou aplicativo do próprio banco. Esse código serve para impedir o cadastro de cartões roubados.

De acordo com o WhatsApp, o uso da senha (ou reconhecimento biométrico do celular) vai ser necessário toda vez que o usuário for enviar dinheiro. As informações de cartão são encriptadas, tecnologia já usada no uso e envio de mensagens pelo aplicativo. 

Quem pode usar?

No primeiro momento apenas cartões de débito, ou que têm função de débito e de crédito, Visa e Mastercard dos bancos Nubank, Sicredi e Banco do Brasil. A transferência vai ser intermediada pela Cielo e será sem taxas para os usuários.

Outras parcerias serão feitas futuramente. As transações só podem ser feitas em real e dentro do Brasil. Há um limite de R$ 1 mil por transação e R$ 5 mil por mês. Será possível fazer até 20 transações por dia.

Para as contas comerciais, usando o WhatsApp Business, será preciso ter uma conta Cielo para solicitar e receber pagamentos ilimitados, tanto de crédito quanto de débito, oferecer reembolsos e ter suporte técnico. Os comerciantes, diferentemente dos usuários, pagam uma taxa fixa de 3,99% por transação.

*Com informações da assessoria 

Leia mais:

Excesso de impulsionamento nas redes sociais pode causar cassação
Na pandemia, golpes no auxílio emergencial prejudicam amazonenses