Fonte: OpenWeather

    Novidade


    IPhone 12 pode ter versão mais barata, segundo rumores

    Com poucos meses do lançamento da linha do IPhone 11, analistas e fãs já especulam sobre o lançamento do IPhone 12 e suas ferramentas

    Pelo histórico de lançamentos da Apple, a expectativa é que o modelo seja lançado em setembro deste ano
    Pelo histórico de lançamentos da Apple, a expectativa é que o modelo seja lançado em setembro deste ano | Foto: Reprodução

    Manaus – Existem poucas confirmações sobre o novo Iphone 12. A marca da maçã que lidera as vendas dos smatphones no mundo tem previsão para o novo produto ainda em 2020. A expectativa é que a novidade seja revolucionária, mas para os amantes e consumidores do celular isso significa a perda de algumas ferramentas.

    Embora o iPhone 11 e iPhone 11 Pro Max tenham sido lançados há poucos meses, os rumores sobre o lançamento do iPhone 12 já estão a todo vapor e os fãs das tecnologias já estão ansiosos pela novidade. A especulação sobre o lançamento do novo Iphone começou quando um suposto vídeo do modelo em 3D foi divulgado pelo site japonês Mac Otakara e postado no Twitter, gerando comoção entre os usuários da rede social, que reclamaram sobre as semelhanças do modelo com o iPhone 11, lançado em 2019.

    Pelo histórico de lançamentos da Apple, a expectativa é que o modelo seja lançado em setembro deste ano, devido os fatores da pandemia e a dificuldade de testes com a ferramenta 5G o lançamento pode atrasar em um mês, no entanto nada foi confirmado pela marca.

    Preço

    Os IPhones são considerados produtos caros no Brasil, devido à alta quantidade de impostos sobre o produto uma vez que ele precisa ser importado de países do exterior. Os lançamentos da Apple também são conhecidos em países internacionais por apresentarem preços altíssimos. No entanto, para quem deseja adquirir o iphone 12 pode se animar, pois a Apple não deve aumentar o preço do lançamento significativamente por causa do 5G.

    Segundo Ming-Chi Kuo, analista da Apple, estima-se um aumento entre US$ 30 e US$ 100, dependendo do modelo. O esperado é que a marca mantenha preços um pouco acima do Iphone 11 devido a estreia da ferramenta 5G, a variação do lavor pode estar entre R$ 3.800 e R$ 7.200 que deve cair meses após o lançamento.

    Design

    A Apple não costuma alterar os designs de sus lançamentos, frente ao iphone 12 isso não será diferente. O produto não será lançado com grandes mudanças no visual, mas haverá diferenças pontuais nos aparelhos.

    A primeira diferença seria nos tamanhos das telas. O modelo mais básico teria 5,4 polegadas, o que o colocaria no mesmo patamar do possível iPhone 9. Já os outros dois modelos teriam 6,1 e 6,7 polegadas, respectivamente - o mesmo do iPhone 11 Pro e iPhone 11 Pro Max. Segundo relatório do analista Ming-Chi Kuo, haveria mais uma variante de 6,1 polegadas.

    Quando o assunto é tela, a Apple também promete trazer outras novidades: o display do iPhone 12, ao que tudo indica, será fabricada pela Samsung e usará a tecnologia Y-OCTA, que insere os circuitos do touch no próprio painel OLED. Há especulações de que a Apple também estaria aumentando a taxa de atualização para 120 Hz, presente no Galaxy S20.

    Bateria

    A grande reclamação d todos os usuários do aparelho é a bateria e parece que as mudanças na qualidade da energia está prestes a acontecer no IPhone 12.

    Graças a um redesign em sua fonte de energia, segundo rumores, - que pode chegar a ser até 50% mais fina - será possível o uso de um módulo maior e com mais energia, a mudança na bateria do iPhone 12 pode, inclusive, contribuir para o projeto da Apple de implementar a conexão 5G nos novos modelos, uma vez que o espaço deixado pela bateria também pode contribuir para o uso de antenas mais espessas.

    Perdas e desemprenho 5G

    Por falar em 5G, a Apple não deverá ficar das concorrentes por mais um ano, incluindo a rede 5G em todas as variantes. Um relatório divulgado pela Fast Company indicou que a Apple não só estaria disposta a equipar seus smartphones com a tecnologia, como também projetar sua própria antena 5G. Isso eliminaria a dependência de outras empresas, como a Qualcomm, porém esbarra em algumas dificuldades.

    Uma perda significativa que é esperada para o lançamento é a do fone de ouvido, ainda de acordo com Ming-Chi Kuo a estratégia da empresa é impulsionar as vendas de AirPods. Ainda não há informações se a decisão seria para toda a linha do iPhone 12 ou se contemplaria apenas alguns modelos da nova geração.

    Kuo afirma ainda que a Apple poderá oferecer descontos na venda dos acessórios. Assim, os consumidores poderiam comprar o iPhone 12 em um combo juntamente com os AirPods, mas a empresa não se manifestou sobre os rumores.

    Leia Mais: 

    Gradiente volta a disputar direito da marca iPhone com a Apple

    Mercado de games cresce 80% durante isolamento social

    Samsung lança novas linhas de TVs com tecnologia 8K