Fonte: OpenWeather

    Transmissões mundiais


    Em novo formato, a Campus Party Transire Amazônia será 100% virtual

    Evento contará com a participação do ex-funcionário do governo americano Edward Snowden e mais 2 mil palestrantes durante a programação

    O evento será gratuito e transmitido por meio do site oficial da Campus Party e também no canal do evento no Youtube | Foto: Divulgação

    Manaus -  Um dos maiores eventos de tecnologia do mundo, a Campus Party Transire Amazônia será realizada de forma virtual e transmitida em 31 países durante os dias 9,10 e 11 de julho. Inicialmente o evento seria realizado de forma presencial durante o mês de março, porém precisou ser cancelado devido à pandemia. Na nova versão, a programação do evento conta com entidades internacionais que possuem renome nos campos de educação, tecnologia, meio ambiente e ciência.

    O evento será gratuito e transmitido por meio do site oficial da Campus Party e também no canal do evento no Youtube. As novidades que o evento irá abordar foram divulgadas na manhã desta terça-feira (23), por meio de uma transmissão ao vivo no Youtube. Durante o anúncio, o presidente do Instituto Campus Party e fundador do Include by Campus Party, Francesco Farruggia, destacou como surgiu a ideia de transmitir o evento simultaneamente em diversos países do mundo.

    “Inicialmente todos ficaram tristes com o cancelamento da Campus Party presencial devido à pandemia, foi uma decisão necessária, mas para que nós não perdêssemos essa experiência incrível decidimos inovar e criar pela primeira vez um único evento totalmente virtual que será transmitido para 31 países, onde os participantes poderão interagir com os palestrantes e esperamos promover muita informação e debates incríveis como os anos anteriores”, destacou.

    Reflexão

    O tema central da Campus Party Digital será o "Reboot the World," que busca exercitar nos participantes um desafio de reflexão e atitude: sobre a emergência climática e a crise sanitária que o mundo enfrenta com a pandemia do novo Coronavírus que levaram a todos a repensar e reavaliar o conceito de normalidade. O evento propõe aos participantes resolver a seguinte questão “O que podemos fazer de novo ou diferente para 'reiniciar' o planeta? ”.

    Segundo a diretora de novos negócios e parcerias estratégicas do Grupo Transire, Valéria Carrete, a proposta é despertar nas pessoas questões que solucionem problemas com o o cenário que estamos vivendo e principalmente mecanismos para preparar a população para novas crises.

    “O mundo todo foi pego de surpresa com a crise sanitária da Covid-19, todos os cenários mudaram de forma repentina e o crescimento tecnológico e social precisou se desenvolver rapidamente. Porém, essa surpresa não pode mais acontecer, a sociedade precisa se preparar para outras mudanças e principalmente encontrar mecanismos que não desestabilizem a vida das pessoas em situações como esta”, analisou.

    Programação

    O evento oferece uma o programação diferenciada com participações nacionais e internacionais
    O evento oferece uma o programação diferenciada com participações nacionais e internacionais | Foto: Divulgação

    O conteúdo será dividido em um Palco Principal e Global, que reunirá o conteúdo comum para diversos países com cinco palcos temáticos: Work Life onde serão desenvolvidas temáticas sobre emprego e economia, vida moderna, meio ambiente e movimento sustentável no palco Green Deal, saúde e ciência no palco Living Better, entretenimento digital e criatividade no palco Joy of Life e educação e cidades no palco New Horizons. Cada país participante ajudará na programação dos palcos.

    O evento busca reunir mais de 2 mil palestrantes que possuem renome nacional e  internacional como Tim Berners - Lee criador do Wordo Wide Web, o famoso www que permite a existência das conexões de internet, o ex-funcionário do Governo dos Estado Unidos, Edward Snowden, o inventor do protocolo TCP/IP, Vint Cerf, o autor de vários livros e considerado o pai da inovação aberta, Don Tapscott, o fundador do ICQ, Yossi Vardi e o diretor da Linux, Jon Maddog.

    Edward Joseph Snowden se tornou famoso por divulgar detalhes dos programas de vigilância do governo americano
    Edward Joseph Snowden se tornou famoso por divulgar detalhes dos programas de vigilância do governo americano | Foto: Reprodução

    Além das palestras, o evento também contará com workshops, hackathons e bancadas. Serão destinados ainda cinco palcos especificamente para o público manauara, onde serão apresentados palestrantes como Dado Schneider consultor de marketing em grandes empresas nacionais e o professor do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Roraima (IFRR), Vinícius Tocantins.

    Segundo o Gerente de Conteúdos e Comunidades da Campus Party, Thalis Antunes, o evento mundial conta com mais de 100 atrações nacionais confirmadas e a presença das entidades demonstra a importância que o evento traz para o público.

    “São figuras que vão explanar sobre suas vivências e experiências e é importante a gente conhecer figuras que abordam linguagens e conhecem o mercado da nossa região tão bem. Precisamos olhar para o que temos em nosso cotidiano”, afirmou.

    A Campus Party também realizará uma banca com os membros do Canal 1 Minuto Nerd, coordenada pelo embaixador manauara e criador do canal Átila Menezes. A programação ficará disponível nos canais de transmissões para que os participantes possam assistir outras palestras posteriormente, além da ferramenta disponibilizar legendas para as programações internacionais. 

    Os campuseros que desejam participar do evento global podem se cadastrar por meio do site oficial da Campus Party. 

    Assistência

    A realização do evento será gratuita, no entanto os fundadores irão disponibilizar um canal de doações que visa arrecadar recurso financeiro e destinar as famílias de médicos, enfermeiros e demais profissionais de saúde que faziam parte do programa Médicos Sem Fronteiras e morreram na linha de frente no combate ao vírus.

    “Muitas pessoas morreram tentando salvar a população e queremos destinar o mínimo de apoio as famílias que perderam seus familiares. Os participantes poderão doar valores a partir de R$ 1,00 e escolher para quais país a doação será destinada”, explicou Francesco.

    Leia Mais:

    Vai a Campus Party Transire? Confira as dicas para aproveitar o evento

    Campus Party Amazônia é adiado devido agravamento do coronavírus

    Movimento 'Não cancele, remarque' mobiliza empresas de eventos no AM