Fonte: OpenWeather

    Tremor


    Tremores de terra e a relação com a estrutura de prédios

    Vistorias periódicas mantêm a saúde predial

    No Brasil, há uma Norma para a execução de Inspeção Predial | Foto: Divulgação

    Manaus (AM) - Há uma semana moradores de Manaus relataram ter sentido o ‘chão tremer’. A sensação se deu devido a um terremoto de magnitude 5,7 numa região da Guiana no último domingo (31). Os reflexos do sismo atingiram, principalmente, edificações mais altas.

    Para o engenheiro civil e especialista em estruturas Thiago Maron, a intensidade do tremor que chegou na capital não deve comprometer a estrutura de prédios, porém algumas construções, por já terem patologias, podem sofrer prejuízos estruturais em consequência desses abalos. “Por isso é tão importante a vistoria periódica dessas edificações”, explica o profissional. 

    No Brasil, há uma Norma para a execução de Inspeção Predial - avaliação das condições gerais e funcionalidades de uma edificação. Apesar de no Amazonas ainda não haver na legislação a obrigatoriedade da realização desse procedimento, Maron ressalta a importância disso para a segurança patrimonial e, claro, de quem habita esses espaços, “esse diagnóstico da edificação, também conhecido como Check-up Predial, é um ato preventivo em que a prioridade é zelar pela segurança de todos”. 

    O master em Patologias Avançadas e Perito destaca ainda que em edificações mais novas, de até 20 anos, a inspeção deve ser feita a cada cinco anos. Já em obras mais antigas, a recomendação é a cada dois ou três anos.

    “Quanto mais cedo a identificação de possíveis problemas, melhores os resultados de manutenção e menores os valores investidos em reformas e consertos”, justifica Maron.

    *Com informações da assessoria