Fonte: OpenWeather

    Infraestrutura


    Corredor Ecológico do Mindu recebe obra de revitalização da prefeitura

    A segunda fase da obra está prevista para finalizar em setembro

    O projeto, que assegura mobilidade e respeito ao meio ambiente, é também garantia de direitos básicos aos cidadãos | Foto: Divulgação

    Manaus - A realidade dos moradores da zona Norte e Leste da cidade está mudando com o Programa de Recuperação Ambiental e Requalificação Social e Urbanística do Igarapé do Mindu (Promindu). A obra da Prefeitura de Manaus, executada pela Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf), está na sua segunda fase e traz qualidade de vida às famílias da localidade. Ao todo, já foram desapropriadas mais de duas mil casas em situação de insalubridade. 

    Segundo o engenheiro civil da Unidade Executora do Programa de Infraestrutura Urbana e Ambiental de Manaus (UEP/Seminf), Leonardo Nobre, o Parque Linear 2 - que compreende o trecho da rua João Câmara até a avenida Autaz Mirim - tem como marco a construção das pontes em estrutura metálica. “A segunda fase está prevista para finalizar em setembro, alcançando a ponte da rua José Romão. A partir daí, a obra entra na terceira fase até a altura da avenida Autaz Mirim, na zona Leste”, destacou. 

    Na manhã desta quarta-feira (10), o vereador Raulzinho (DEM) esteve em visita técnica no canteiro de obras e constatou o cumprimento do cronograma com a primeira etapa concluída. O projeto, que assegura mobilidade e respeito ao meio ambiente, é também garantia de direitos básicos aos cidadãos. 

    “Estou muito feliz vendo as obras andarem, principalmente porque pessoas que durante anos ficavam no alagado agora moram em lugares dignos, proporcionados por esse projeto. Cuidar do meio ambiente e trabalhar no resgate de um igarapé como esse é obrigação nossa, para que nossos filhos e netos possam usufruir de um espaço de qualidade para viver”, destacou o vereador. 

    Levando em conta a definição de corredor estratégico para desafogar o trânsito da capital, o conceito de preservação ambiental do Corredor Ecológico do Mindu é o alicerce para uma sociedade consciente. Para o líder comunitário, Jackson Sena, é a realização de um sonho que demorou 29 anos para acontecer. “Nunca imaginei que o lugar onde eu moro teria uma mudança tão radical. Mudou completamente o cenário e a relação dos vizinhos. Hoje, nós já conseguimos ver o futuro da porta da nossa casa e temos garantia de qualidade de vida e segurança, pois a polícia e a ambulância podem chegar até aqui”, comentou.

    *Com informações da assessoria.

    Leia mais:

    Receba as principais notícias do Portal Em Tempo direto no Whatsapp. Clique aqui!

    Em Manaus, Bosque da Ciência fecha para visitação pública

    Em Manaus, Arthur garante recurso para manter Bosque da Ciência