Fonte: OpenWeather

    Meio Ambiente


    Wilson Lima e Ricardo Salles assinam acordo para preservação ambiental

    Acordo visa acabar com os lixões nos rios do Amazonas

    Ministro do Meio Ambiente e Wilson Lima assinam acordo de cooperação
    Ministro do Meio Ambiente e Wilson Lima assinam acordo de cooperação | Foto: Lucas Silva

    Manaus – na manhã deste sábado (1), o governador do Amazonas, Wilson Lima, e o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, assinaram acordo de cooperação que busca melhorar a qualidade ambiental urbana do Estado. Dentre os projetos, está o “Lixo Zero”, que pretende acabar com os lixões a céu aberto do Brasil, dentre outras ações. A cerimônia aconteceu na praia Ponta das Lajes, no bairro Colônia Antônio Aleixo, Zona Leste de Manaus. Esteve presente também Andrew Wheeler, administrador da Agência de Proteção Ambiental dos Estados Unidos, o equivalente ao ministério brasileiro ligado ao meio ambiente.

    “Reforçamos o alinhamento do governo federal com as políticas ambientais urbanas, sobretudo para tratar questões crônicas no Amazonas, como os Igarapés poluídos e o lixo em Manaus e interiores”, comenta o governador Wilson Lima.Por um período de três anos, o governo do Estado deverá planejar e coordenar projetos de proteção ambiental, com o apoio do governo federal. Algumas das ações são o combate ao lixo nos rios e Igarapés, por meio de dispositivos de retenção de resíduos, além de uma melhor gestão.

    Confira abaixo outras áreas de atuação do acordo:

    Governador Wilson Lima comenta o novo acordo | Autor: Waldick Junior/Em Tempo
     

    - Proteção contra poluição e restauração dos oceanos; soluções e melhores práticas para combater o lixo marinho;

    - Tecnologias alternativas para tratamento de esgoto;

    - Proteção dos recursos hídricos e restauração da qualidade da água;

    – Metodologia e instrumentos de licenciamento ambiental e avaliação de impacto;

    - Gestão adequada de resíduos para reduzir sua geração, incluindo reciclagem e resíduos de alimentos.

    “Precisamos acabar com os lixões no Brasil, e isso é prioridade do ministério. Precisamos de coleta seletiva, política de reciclagem e investimento em tecnologias e organizações que ajudam na proteção ambiental”, diz o ministro Ricardo Salles.

    Assista a entrevista do ministro ao Em Tempo: 

    Ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, comenta o acordo | Autor: Waldick Junior/Em Tempo
     

    Presença internacional

    Durante a cerimônia, Andrew Wheeler, administrador da Agência de Proteção Ambiental dos Estados Unidos, falou sobre a importância da preservação da Amazônia, e ressaltou sua felicidade com a parceria entre os governos. 

    “O apoio do governo americano tem sido fundamental para o presidente Bolsonaro. Eles têm condições e tecnologia para nos auxiliar, nós temos também muita força, como o voluntariado no Brasil, que é tão importante”, comenta o ministério Ricardo Salles.

    Andrew Wheeler, administrador da Agência de Proteção Ambiental dos Estados Unidos
    Andrew Wheeler, administrador da Agência de Proteção Ambiental dos Estados Unidos | Foto: Lucas Silva

    A ação das personalidades foi marcada por dois pontos. O primeiro foi a assinatura do termo de cooperação entre poderes, a portas fechadas, em uma embarcação atracada na praia.

    Em seguida, as personalidades realizaram coleta de lixo à beira do Rio Negro, em auxílio ao programa ‘Rios limpos para mares limpos’, da Organização das Nações Unidas (ONU Ambiente).

    Dentre os resíduos recolhidos na praia estavam garrafas de vidro, plásticos, papéis e outros. O material foi organizado em sacos de lixo de 100 litros para serem entregues à Secretaria de Limpeza Municipal de Limpeza Pública.

    Representantes governamentais participam da ação de coleta de lixo
    Representantes governamentais participam da ação de coleta de lixo | Foto: Lucas Silva

    Estiveram presentes ainda organizações não governamentais ligadas a ações voluntárias de limpeza, como a Remada Ambiental. "Nós já estamos na ativa há quatro anos e nesse tempo todo, somamos mais de 4 mil voluntários. Nos encontramos ao menos duas vezes no mês em pontos estratégicos da cidade, mas principalmente na Marina do Davi. Fazemos a limpeza daquela área em ação coletiva", comenta Jadson Maciel, coordenador do projeto. 

    Os garis da alegria, que cantaram três músicas com letras que evocam a proteção ambiental. Confira o momento:

    Garis da Alegria | Autor: Waldick Junior/Em Tempo
     

    Secretaria da Amazônia

    Ministro ainda não sabe quem irá assumir a nova Secretaria da Amazônia
    Ministro ainda não sabe quem irá assumir a nova Secretaria da Amazônia | Foto: Lucas Silva

    No dia 9 de janeiro, o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, anunciou a criação da Secretaria da Amazônia, com sede em Manaus, dentro da Secretaria de Estado do Meio Ambiente. O principal objetivo do novo departamento é focar no zoneamento econômico ecológico, regularização fundiária, pagamento por serviços ambientais, e biotecnologia. A seção começará com ao menos 30 técnicos. 

    "Ainda não temos um nome para a secretaria e nem podemos dizer se será alguém da região amazônica, porque ainda estamos na fase inicial", comenta o ministro Ricardo Salles.