Fonte: OpenWeather

    Desmatamento


    Governo diz que desmatamento na Amazônia teve queda de 70% em janeiro

    A pasta acrescentou que esses dados demonstram “o bom desempenho” do trabalho integrado coordenado pelo Conselho Nacional da Amazônia Legal na região, principalmente por meio da Operação Verde Brasil 2

     

     Segundo a pasta, nos últimos seis meses, os avisos de desmatamento tiveram redução de 21%
    Segundo a pasta, nos últimos seis meses, os avisos de desmatamento tiveram redução de 21% | Foto: Divulgação

    Foi divulgada hoje (12), em Brasília, pelo Ministério da Defesa, com dados do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), que o mês de janeiro apresentou a menor área de alertas de desmatamento na Amazônia Legal dos últimos quatro anos, com uma redução de 70% em relação a janeiro de 2020.

     Segundo a pasta, nos últimos seis meses, os avisos de desmatamento tiveram redução de 21%.  

    “Entre agosto de 2020 e janeiro de 2021 foram 988 km² [quilômetros quadrados] de redução em alertas, de acordo com dados do Inpe. A título comparativo, trata-se de uma área superior à área urbana da cidade de São Paulo - maior centro urbano do país com aproximadamente 950 km²”, informou o Ministério da Defesa.

    A pasta acrescentou que esses dados demonstram “o bom desempenho” do trabalho integrado coordenado pelo Conselho Nacional da Amazônia Legal na região, principalmente por meio da Operação Verde Brasil 2. 

    Do início da operação, em maio de 2020, até janeiro deste ano, foram apreendidos 331 mil metros cúbicos de madeira, 1.699 embarcações, 326 tratores e 20 aviões/helicópteros, resultando na aplicação de 4.842 multas no valor total de R$ 3,33 bilhões.

    As ações do conselho visam à otimização das equipes de campo por meio do trabalho técnico-científico de analistas de órgãos governamentais reunidos no Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia (Censipam), em Brasília, que é subordinado ao Ministério da Defesa.

    *Via Agência Brasil

    Leia mais:

    Pesquisa aponta que mercúrio está contaminando indígenas da Amazônia

    Extração ilegal de madeira abre porta para outros crimes