Fonte: OpenWeather

    Lixo


    Manaus inaugura 1ª local para destinação de lixo eletroeletrônico

    População manauara poderá destinar de forma correta os lixos eletroeletrônicos e eletrodomésticos

    A base funcionará na sede da Associação de Catadores de Recicláveis do Amazonas | Foto: Divulgação

    MANAUS (AM) - Para diminuir a quantidade de lixos eletrônicos descartáveis irregularmente pela cidade, a Prefeitura de Manaus inaugurou, o primeiro local para destinação de lixo eletroeletrônico e eletrodomésticos.  A base funcionará na sede da Associação de Catadores de Recicláveis do Amazonas (Ascarman), localizada no bairro Santa Etelvina, Zona Norte da capital. O local que foi inaugurado nesta quarta (29) se chama Central de Logística Reversa de Eletroeletrônicos e Eletrodomésticos.

    O prefeito David Almeida  esteve no local e assinou um termo de cooperação entre as entidades junto com o secretário de Qualidade Ambiental do Ministério do Meio Ambiente, André França, e da gerente executiva da Associação Brasileira de Reciclagem de Eletroeletrônicos e Eletrodomésticos (Abree), Mara Ballam.

    "Montamos toda uma política de conscientização ambiental, que estamos 'startando' nesse momento. Queremos ser uma cidade ecologicamente correta. Somos a maior cidade da Amazônia e precisamos dar esse exemplo para o mundo", enfatizou Almeida.

    Com a assinatura do termo, a gestão municipal viabiliza a destinação final ambientalmente correta de produtos eletroeletrônicos e eletrodomésticos descartados na cidade. De acordo com o titular da Semmas, esse passo importante que a prefeitura deu nesta quarta-feira só foi possível pela expertise que tem, graças ao sistema de coleta de lixo.

    “Estamos fazendo o cumprimento do que está em lei, do que está na política nacional do resíduo, na política estadual e também nas ações da Semmas com relação à gestão do descarte dos resíduos sólidos, a nossa contribuição. Quero destacar que esse trabalho é possível, porque já temos um trabalho magnífico na cidade de Manaus, que é o sistema de coleta de lixo. Com a expertise da prefeitura, garanto a vocês que é uma das melhores do país”, afirmou Antônio Stroski

     

    Lixos poderão ser descartados corretamente
    Lixos poderão ser descartados corretamente | Foto: Reprodução

    Logística reversa

    A logística reversa é uma área da logística que trata do fluxo dos materiais que compõem os produtos, desde o ponto de origem, normalmente da fábrica, até o destino final, após o consumo, garantindo destinação ambientalmente adequada.

    Segundo o titular da Semulsp, Sabá Reis, muitos eletroeletrônicos e eletrodomésticos têm tido como destinação final os rios e igarapés de Manaus, sendo parte das mais de 27 mil toneladas que são retiradas diariamente dos igarapés, e dos R$ 30 milhões por mês gastos pela prefeitura. “Por isso, a inauguração dessa nova Central de Logística Reversa é um marco para a cidade na questão de limpeza, conscientização, economia e sustentabilidade, afinal, o ponto de recebimento oficial e a coleta agendados possibilita a eficiência da logística reversa”, enfatizou.

    Projetos

     O chefe do Executivo municipal revelou que já estuda, junto à Semmas e Semulsp, novas parcerias com empresas termoplásticas e olarias.

    "Vamos avançar ainda mais. Queremos firmar um acordo com as empresas de termoplástico que fabricam as garrafas PETs. É um número muito grande que é jogado nos nossos igarapés e estamos em tratativas para que, da mesma forma que fazemos com as empresas de eletrônicos, possamos fazer com as de termoplástico, para trocar o plástico por pão. É uma possibilidade que iremos anunciar mais para frente. Conversamos também com o polo oleiro de Iranduba, para que todas as nossas podas já agendadas, possamos trocar por tijolos para recuperar praças e vias públicas na cidade de Manaus", revelou o prefeito.

    Leia Mais

    Manaus ganha central de logística para lixo eletroeletrônico

    *Com informações da assessoria