Fonte: OpenWeather

    Smarwatch


    Modelos de smartwatch que prometem tirar a hegemonia da Apple

    Os relógios inteligentes estão virando febre entre o público brasileiro. Marcas como a Samsung e a Xiaomi têm oferecido dispositivos bem mais em conta do que os da Apple

    Samsung tem se mostrado a principal concorrente da Apple | Foto: Divulgação

    Há algum tempo, olhar as horas no relógio já não significa mais apenas olhar as horas. Como os celulares, que hoje em dia fazem tudo, até ligação, os relógios estão fazendo tudo, inclusive mostrando as horas. 

    É que, assim como os aparelhos celulares e os eletroeletrônicos de uso doméstico, os relógios também estão ganhando mais tecnologia e sendo chamados de smart. Alguns modelos mostram dados de saúde, como os batimentos cardíacos e a quantidade de passos andados no dia, e, por terem conexão ao smartphone, mostram também as notificações das redes sociais, e-mails e por aí vai.

    A Apple, considerada a principal marca de eletrônicos do mundo, foi a primeira empresa a oferecer o smartwatch com um design atraente e funcional. Mas outros modelos, lançados por empresas como a Samsung e a Xiaomi, já começam a ganhar adeptos no mundo todo. 

    Por que a Apple tem hegemonia nos smartwatches?

    Todos sabem que os produtos da Apple têm um status diferenciado, uma vez que simbolizam uma espécie de new american way of life, ou, o novo estilo de vida dos estadunidenses. Mas além da questão do jeito de viver, que é incorporado por algumas culturas, a Apple é uma das marcas pioneiras quando falamos de tecnologia aplicada ao 

    Boa parte da hegemonia dos smartwatches da Apple vem, justamente, desse pioneirismo: a marca foi a primeira a lançar um relógio inteligente com funcionalidades que iam além de fornecer a hora para os cotidiano das pessoas.

    Com diversas funções e pulseiras que forneciam diferentes designs, o Apple Watch, assim que foi assimilado pelos usuários, passou a ser um campeão de audiências. 

    Atualmente, os modelos da Apple vêm com GPS integrado, bússola, sensor cardíaco óptico e elétrico, resistência à água o usuário pode usar o relógio dentro de uma piscina, por exemplo. Os mostradores das horas também são bastante diversificados, assim como as pulseiras. 

    O lado negativo do produto da Apple é o preço: um modelo básico pode chegar a R$ 4 mil. 

    Relógio da Apple ajudou a detectar possível caso de infarto

    Recentemente, um brasileiro ganhou destaque na mídia nacional e internacional por revelar que o seu Apple Watch preveniu-o de sofrer um ataque cardíaco. Isso porque o relógio enviou-lhe sinais de que seus batimentos cardíacos estavam acelerados. Ele procurou uma equipe médica que o diagnosticou com arritmia.

    O paciente ficou resguardado pela equipe médica e acabou revelando o caso nas redes sociais. Na ocasião, a empresa destacou as diversas funcionalidades do relógio, destacando os relatórios de saúde que o relógio inteligente produz. 

    Quais marcas batem de frente com a Apple

    Podemos dizer que os relógios que batem de frente com os da Apple são das mesmas marcas dos celulares que conseguem fazer páreo aos smartphones da empresa californiana. Samsung, Xiaomi e mesmo a Motorola têm entrado no páreo da preferência dos consumidores quando o assunto é relógio inteligente.

    Galaxy Watch: Samsung 

    Podemos dizer que, há alguns anos, a Samsung tem se mostrado a principal concorrente da Apple quando o assunto são os celulares tecnológicos. Bem, e quanto aos smartwatches, a empresa sul-coreana também tem se apresentado como uma das principais concorrentes da “marca da maçã”.

    Além da integração com os smartphones, que permite receber ligações e notificações das redes sociais, por exemplo, os relógios da Samsung também monitoram todas as atividades físicas dos usuários, inclusive mostrando relatórios dos batimentos cardíacos. 

    Com acesso ao 4G e uma memória que chega até a 4 GB, os relógios inteligentes da sul-coreana têm processador Dual Core e uma bateria super potente que pode chegar até a 43 horas de operações. Os modelos básicos costumam ser mais em conta do que os da Apple: R$ 2.800, ainda assim, um preço considerado salgado. 

    Brand Mi 3: Xiaomi

    Outra marca oriental que tem conquistado mercado no mundo ocidental, a Xiaomi também possui um smartwatch bastante eficiente e funcional. Se comparado ao da Apple e ao da Samsung, o relógio inteligente da Xiaomi é bem mais barato, podendo custar até 10 vezes menos do que o modelo da Samsung, por exemplo. Os modelos básicos chegam a R$ 220. 

    Se comparados aos modelos da Apple e da Samsung, os relógios inteligentes da Xiaomi são mais discretos e não têm a tela tão grande em seu dispositivo, aparecem 48 caracteres por vez.

    Assim como o das concorrentes, esse relógio também permite mostrar as notificações das redes sociais e da agenda personalizada do usuário, por exemplo. E também tem programas de acompanhamento das atividades físicas.

    *Com informações da assessoria