Fonte: OpenWeather

    Estados Unidos


    Idosa de 83 anos está à procura de sexo casual com homens mais novos

    Mulher é ex-dançarina e foi casada por 25 anos

    Hattie Retroage está à procura de sexo casual com homens mais novos pelo Tinder | Foto: Divulgação

    Hattie Retroage está solteira e, como muitas mulheres com o mesmo status, ela baixou o Tinder. O que chama atenção nessa história é um detalhe: ela tem 83 anos e não está procurando por um relacionamento sério ou por homens da mesma idade. O objetivo dela no app é encontrar parceiros mais novos para curtir uma noite de sexo casual.

    Hattie, que mora em Nova York, nos Estados Unidos, é ex-dançarina e foi casada por 25 anos. Ela afirma que tinha uma "maravilhosa vida sexual" com o ex marido, mas depois do divórcio, começou a sentir falta dos momentos de intimidade. Por causa disso, decidiu experimentar o sexo casual com homens mais novos.

    "Os rapazes jovens não ficam apegados às mulheres muito diferente do que na minha época de juventude. Eu transo, durmo com, faço amor com muitos e nenhum deles me disse 'Quero você na minha vida'", diz em entrevista ao Barcroft TV .

    Depois da separação, a mulher colocou um anúncio no jornal para procurar novos parceiros. Ela afirma que recebeu tantas respostas que precisou fazer uma "seleção", mas na época ainda esperava encontrar uma conexão significativa com outro homem.

    Há cerca de oito meses, ela migrou dos anúncios para o Tinder e viu que podia aproveitar mais as relações casuais. "Eu não estou agonizando. Estou grata de que, nessa idade, eu tenho tantos amantes quanto quero. Nunca estou à espreita. Nunca me aproximo dos homens, eles sempre se aproximam de mim", afirma.

    Desde que começou a usar o app de relacionamento, Hattie já conheceu mais de 50 homens, sendo o mais novo com 19 anos de idade apesar de ter acreditado que ele era mais velho e mantém alguns "fixos", como seu "ficante" atual, Shaun, de 33 anos. Em seu perfil a descrição é: "Hattie, 83, beleza mais velha fascinante. Procurando por um amigo/amante mais novo para uma vida de aventura e paixão. Não gosto de apoiadores do Trump ou jogadores."

    Ela afirma que está no auge de seu corpo e sexualidade e, muitas vezes, é conhecida como "a pantera"  um apelido que, geralmente, se refere à mulheres mais velhas que se relacionam com homens mais jovens do que ela, mas que quer desmistificar a ideia de que esse "estilo de vida" é negativo. "Panteras, como as vejo, são animais refinados", comenta.

    "Meu objetivo é mudar essa visão horrível de envelhecer veja, experiencie e torne isso uma coisa excitante. Uma aventura amorosa e viva. Você não pode impedir o ciclo da vida, mas um bom sexo casual é o bastante para mim", finaliza.