Fonte: OpenWeather

    Coronavírus


    Mulher é infectada pelo coronavírus sem ter contato com doentes

    Mulher também não viajou para países com registros da COVID-19

    Este é o primeiro caso em que ainda não é possível descobrir a origem da contaminação | Foto: Divulgação

    Um caso de COVID-19 tem intrigado autoridades dos Estados Unidos, que não conseguem identificar a origem a contaminação de uma mulher, internada em um hospital da Califórnia.

    O diagnóstico foi tardio, realizado apenas quando a paciente já apresentava sintomas severos da doença. A demora para a realização dos estes, porém, teve um motivo: o caso não se enquadrava nos critérios adotados pelo governo norte-americano para investigar um caso suspeito de coronavírus. Segundo as autoridades, a mulher não viajou para a China ou para países considerados de risco, como a Itália ou o Irã, ou ainda manteve contato com pacientes diagnosticados com a COVID-19.

    Mais cedo, na Casa Branca, Donald Trump afirmou que os Estados Unidos estão preparados para enfrentar o vírus, e aconselhou a população a se prevenir como para uma gripe. O presidente norte-americano também nomeou o vice Mike Pence para liderar a força-tarefa de combate ao novo coronavírus. 

    Sobre o primeiro caso confirmado no Brasil, Trump declarou que monitora a chegada de turistas brasileiros, assim como de outras nacionalidades, e que confia no trabalho do presidente Jair Bolsonaro.

    Nos Estados Unidos, já foram confirmados 60 casos do novo coronavírus. Até agora, nenhuma morte foi registrada no país.

    Veja o vídeo: