Fonte: OpenWeather

    Covid-19


    EUA ultrapassam China e Itália em número de casos do novo coronavírus

    O país registrou mais de 85 mil casos da Covid-19. O estado de Nova York concentra 7% de todas as contaminações pelo vírus em todo o mundo

    Além de Nova York, outros 20 estados decretaram quarentena total
    Além de Nova York, outros 20 estados decretaram quarentena total | Foto: Divulgação

    Os Estados Unidos ultrapassaram, nesta quinta-feira (26), a China e a Itália e tornaram-se o país com mais infectados pelo novo coronavírus. Até o momento, segundo o monitoramento da Universidade Johns Hopkins, foram registrados 85.653 casos da doença no país, além de 1.290 mortes provocadas pela Covid-19.

    Considerado o epicentro da doença nos EUA, o estado de Nova York concentra cerca de 7% de todas as contaminações pelo vírus em todo o mundo, com 23.112 casos confirmados e 385 mortes.

    Além de NY, outros 20 estados decretaram quarentena total, enquanto 15 adotaram a medida de forma parcial. Um deles é a Pensilvânia, que registrou mais de 500 infecções pelo novo coronavírus em apenas 24 horas.

    Ainda nesta quinta-feira (27), o Senado norte-americano aprovou por unanimidade o plano emergencial financeiro de 2 trilhões de dólares, apresentado no dia anterior pela Casa Branca. O valor, que equivale a quase 10 trilhões de reais, é o maior pacote de ajuda da história. 

    O projeto, que visa diminuir o impacto econômico do novo coronavírus, segue agora para apreciação na Câmara dos Representantes, que deve votá-lo ainda nesta sexta-feira (28). A proposta dos deputados é aumentar ainda mais o valor do pacote para 2,2 trilhões de dólares.

    O plano prevê o envio de recursos aos hospitais, às empresas que estão fechadas e ao cidadão, visto que um em cada três norte-americanos está impedido de trabalhar.

    Cada adulto norte-americano, com renda anual de até 75 mil dólares, receberá um cheque de aproximadamente 6 mil reais - além de um valor extra de 500 dólares mensais por cada filho. 

    Já as empresas que mantiverem os funcionários poderão ter dívidas de tributos federais perdoadas. O pacote também servirá para aumentar o valor do seguro-desemprego, que passará de 275 para 600 dólares por semana.

    O governo norte-americano também afirma que irá destinar 100 bilhões de dólares aos hospitais do país, que estão cada dia mais lotados. Os navios montados como centros médicos flutuantes, prometidos por Donald Trump, ainda estão em fase de preparação.

    Veja reportagem

    Senado norte-americano aprovou por unanimidade o plano emergencial financeiro de 2 trilhões de dólares | Autor: SBT