Fonte: OpenWeather

    Prisão


    Policial que foi filmado matando homem é solto após pagar fiança

    A promotoria indiciou o agente por 11 crimes. Houve protesto contra decisão da Justiça

    Na cidade de Atlanta, policias também protestaram contra a decisão da promotoria
    Na cidade de Atlanta, policias também protestaram contra a decisão da promotoria | Foto: Reprodução

    O policial que baleou Rayshard Brooks, homem negro que foi morto ao reagir à ordem de prisão em Atlanta, Estados Unidos, foi solto após pagar a fiança.

    Rayshard Brooks estava dormindo no estacionamento de um restaurante quando foi abordado por agentes. Ao constatarem que ele estava bêbado, os policiais deram ordem de prisão e Brooks reagiu, retirando do policial a arma que dispara choques. Ao tentar fugir, o homem foi morto com tiros nas costas.

    O caso, que aconteceu no dia 12 de junho, deu início a uma segunda onda de protestos contra a injustiça racial nos Estados Unidos.

    A promotoria indiciou o policial Garret Rolfe por mais de 11 crimes, entre eles: homicídio culposo, agressão e desvio de conduta. A Justiça estipulou fiança e o oficial irá responder o crime em liberdade. Além dele, o outro policial envolvido no crime também foi preso, mas foi liberado depois de pagar fiança.

    Na cidade de Atlanta, policias também protestaram contra a decisão da promotoria. Eles alegam que os policiais envolvidos no caso agiram em legítima defesa.

    Leia mais:

    Vídeo de criança negra se escondendo da polícia viraliza

    Vidas negras importam: manifestações e a luta contra o racismo no País

    Covid-19: Amazônia concentra recorde de mortes de quilombolas