Fonte: OpenWeather

    Coronavírus


    Alemanha prepara show para testar poder de infecção do coronavírus

    Objetivo é elaborar modelos para que artistas e atletas possam voltar a se apresentar

    Experimento está orçado em quase 1 milhão de euros
    Experimento está orçado em quase 1 milhão de euros | Foto: Divulgação

    Mundo - Pesquisadores da Alemanha estão preparando um show para testar o poder de infecção do novo coronavírus em grandes eventos. As informações são da Deutsche Welle.

    O experimento está orçado em quase 1 milhão de euros, sendo financiado principalmente pelos estados da Saxônia e Saxônia-Anhalt. O objetivo é elaborar modelos para que artistas e atletas possam voltar a se apresentar a grandes públicos

    A ideia é organizar um show na arena de Leipzig, no leste da Alemanha, no dia 22 de agosto, com um público de 4 mil pessoas saudáveis. O artista escolhido para o espetáculo é o cantor pop alemão Tim Bendzko.

    Todas os participantes do experimento deverão testar negativo para coronavírus e receberão máscaras de proteção do tipo FFP2 e desinfetante fluorescente - que, além de higienizar, irão deixar à mostra as superfícies do corpo que tiveram mais contato com outras pessoas. 

    O público também receberá um dispositivo para monitorar os movimentos de cada um. "Eu acredito que o maior desafio será a análise dos dados", afirmou o líder do projeto, Stefan Moritz, à agência de notícias DPA. "Porque teremos que medir os contatos de todos os outros participantes em um raio de 30 metros a cada cinco segundos durante um dia inteiro."

    Haverá três cenários diferentes: um em que os voluntários entrarão por duas portas diferentes e sem regras de distanciamento, outro em que haverá mais portas e medidas mais restritas de higiene e distância, e ainda outro em que os participantes ficarão sentados nas arquibancadas, respeitando a distância mínima de 1,5 metro entre cada um.

    Leia mais: 

    Nasce Maria Antonella, filha do governador do AM, Wilson Lima

    Com depressão, Cacique Raoni está internado em hospital do Mato Grosso

    Ibama resgata 32 serpentes e aplica mais de R$ 300 mil em multas