Descoberta arqueológica


Egito descobre 59 sarcófagos de 2,6 mil anos em perfeitas condições

Os caixões, encontrados na necrópole de Saqqara, pertencem a sacerdotes e oficiais

59 sarcófagos de madeira em perfeitas condições com múmias que datam de 2,6 mil anos atrás | Foto: Divulgação

Depois de meses de pausa devido à pandemia de covid-19, o Egito apresentou neste sábado (03) a primeira grande descoberta arqueológica dos últimos meses: 59 sarcófagos de madeira em perfeitas condições com múmias que datam de 2,6 mil anos atrás.

De acordo com os pesquisadores, os caixões, encontrados na necrópole de Saqqara, pertencem a sacerdotes e oficiais.

59 sarcófagos de madeira em perfeitas condições com múmias que datam de 2,6 mil anos atrás
59 sarcófagos de madeira em perfeitas condições com múmias que datam de 2,6 mil anos atrás | Foto: Divulgação

Os sarcófagos foram descobertos em agosto na necrópole, localizada ao sul do Cairo, e estavam enterrados em três tumbas verticais de 10 a 12 metros de profundidade juntamente com 28 estátuas do antigo deus egípcio Ptah Sokar, uma das divindades funerárias mais importantes.