Coronavírus


Estado de Trump é 'preocupante', diz jornal dos EUA

Principal veículo norte-americano revela que próximas 48h serão críticas

Trump teria chegado a receber oxigênio na 6ª feira
Trump teria chegado a receber oxigênio na 6ª feira | Foto: Divulgação

Apesar do boletim animador divulgado por 10 médicos que acompanham a recuperação do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, fontes do jornal New York Times revelam que o estado do republicano é "preocupante".

Trump teria chegado a receber oxigênio na 6ª feira (2.out), quando teve dificuldades para respirar. Jornais tentam confirmar informações de que os sinais vitais de Trump nas últimas 24 horas são "muito preocupantes", e que as 48 horas serão "críticas".

A transferência de Trump para o hospital naval Walter Reed estaria ligada à queda na taxa de oxigenação do presidente dos EUA, Na 6ª, o presidente dos EUA teve dificuldade de respirar e precisou ser acompanhado mais de perto.

Trump, segundo os 10 médicos que o acompanham diretamente, está com bom nível de oxigenação e não precisa de apoio de respiradores. Ele tomou um coquetel antivirús, mas não foi administratida a hidroxicloroquina. "Ele não está precisando de oxigênio suplementar, mas em consulta com especialistas, escolhemos iniciar a terapia com remdesivir", diz o comunicado assinado pelo médico da Casa Branca, Sean Conley.

Leia mais 

Donald Trump e esposa testam positivo para Covid-19

Trump não tem mais febre, diz médico da Casa Branca

Sobrinha de Donald Trump processa presidente e família por fraude