Operação


Polícia francesa prende mais de 60 suspeitos de pedofilia

Os agentes apreenderam 100 HDs externos, dezenas de telefones celulares e computadores, 150 pendrives, além de DVDs e CDs, com milhares de fotos e vídeos

Alguns detidos tinham antecedentes e estavam fichados como criminosos sexuais | Foto: Divulgação

A polícia francesa anunciou nesta quinta-feira (8) a detenção de 60 pessoas suspeitas de fazer downloads, pesquisar e compartilhar milhares de fotos e vídeos de pornografia infantil online.

Os suspeitos, com idades entre 28 e 75 anos, foram detidos em uma operação nacional, iniciada na segunda-feira (5), em 30 dos 101 departamentos da França, e contou com a presença de 220 policiais. Os agentes apreenderam 100 HDs externos, dezenas de telefones celulares e computadores, 150 pendrives, além de DVDs e CDs, com milhares de fotos e vídeos.

Alguns detidos tinham antecedentes e estavam fichados como criminosos sexuais. Entre eles, havia quatro suspeitos de estupro de menores de idade, informou Eric Berot, comandante da unidade de polícia que investiga os casos.

"Isto demonstra que o download de pornografia infantil não é trivial", acrescentou o policial, antes de afirmar que "algumas pessoas efetivamente concretizam atos pedófilos".

Perfil dos acusados

Entre os suspeitos, estão ainda um treinador de futebol, um especialista em informática, um professor aposentado e vários desempregados. Quase todos são homens, com a exceção de um casal que pesquisou as imagens juntos.

"Não há um perfil único. Pessoas de todos os círculos sociais estão envolvidas", completou o responsável pela investigação.