Posição


Papa Francisco defende união civil entre homossexuais

O papa fala sobre o assunto no documentário "Francesco" que entra em cartaz nesta quarta-feira (21)

| Foto: Reprodução

A maior autoridade da igreja católica, Papa Francisco afirmou em um filme que entra em cartaz nesta quarta-feira (21), na Itália, que os homossexuais precisam ser protegidos por leis de união civil. 

"As pessoas homossexuais têm direito de estar em uma família. Elas são filhas de Deus e têm direito a uma família. Ninguém deverá ser descartado ou ser infeliz por isso. O que precisamos criar é uma lei de união civil. Dessa forma eles são legalmente contemplados. Eu defendi isso", afirmou.

No documentário "Francesco", o papa reafirma a posição. 

Ele discorre no filme sobre temas com os quais se importa, como o ambiente, pobreza, migração, desigualdade racial e de renda e pessoas mais afetadas por discriminação.

Leia mais:

Papa destaca 'perigosa situação da Amazônia' em discurso na ONU

Conhecido como 'padroeiro da internet', Carlos Acutis é beatificado