Fonte: OpenWeather

    Eleição EUA


    Trump diz que irá à Justiça para suspender votos na Pensilvânia

    Republicanos também pedem recontagem de votos em Wisconsin e interrupção da contagem em Michigan

    O diretor de campanha de Trump, Bill Stepien, disse que iria pedir "imediatamente" a recontagem dos votos | Foto: Matt Slocum/AP

    A campanha de Donald Trump disse nesta quarta-feira (4) que irá à Justiça para suspender a contagem de votos na Pensilvânia, mesma estratégia que já usou em outros estados importantes, como Michigan e Wisconsin.

    A campanha de Trump acusou as autoridades eleitorais de proibirem os fiscais do partido – que acompanham a contagem – de se aproximarem a menos de 7,6 metros.

    "Estamos processando para suspender temporariamente a contagem até que haja transparência significativa e que os republicanos possam garantir que todas as contagens sejam feitas de acordo com a lei", disse o vice-diretor da campanha, Justin Clark, em um comunicado.

    Mais cedo, também nesta quarta-feira, o diretor de campanha de Trump, Bill Stepien, disse que iria pedir "imediatamente" a recontagem dos votos no estado de Wisconsin.

    Além disso, declarou que entrou com uma ação para interromper a contagem de votos em Michigan, alegando que foi negado à equipe de campanha o acesso para observar a abertura das cédulas.