Fonte: OpenWeather

    Caso bizarro


    Homens injetam creme para aumentar pênis e acabam internados na França

    Os amigos assistiram a um vídeo no YouTube e decidiram testar a técnica

     

    A dupla foi liberada, mas os médicos não sabem se houve danos permanentes aos órgãos genitais dos envolvidos
    A dupla foi liberada, mas os médicos não sabem se houve danos permanentes aos órgãos genitais dos envolvidos | Foto: Reprodução

    Dois homens alcoolizados acabaram no hospital após injetar creme anti-hematoma no pênis para aumentar o órgão genital. O caso aconteceu na França. 

    Os amigos assistiram a um vídeo no YouTube e decidiram testar a técnica, que não tem qualquer indicação médica, um no outro. A dupla sofreu com inchaço e dor progressiva durante a noite e precisou ser internada na manhã seguinte. A dor era tão intensa que os médicos não podiam encostar no órgão. Os dois têm cerca de 30 anos.

    Os pacientes receberam medicamentos para a dor e foram instruídos a esperar o inchaço passar. A dupla foi liberada, mas os médicos não sabem se houve danos permanentes aos órgãos genitais dos envolvidos.

    Os médicos alertam que, apesar de a prática de injetar líquidos e medicamentos no pênis para aumentar o tamanho seja antiga, pode causar úlceras dolorosas, gangrena e disfunção erétil.

    Há risco de perda da função, além de infecção. Caso a injeção seja feita no local errado, pode causar ainda priapismo, um quadro de ereção persistente, que dura horas.

    *Metrópoles

    Leia mais:

    Estudo aponta que Covid-19 pode diminuir tamanha de pênis

    Câncer de pênis atingiu mais de 10 mil brasileiros nos últimos 5 anos