Fonte: OpenWeather

    Fim da restrição


    Portugal vai retomar voos para o Brasil a partir de segunda-feira

    Apenas viagens essenciais serão realizadas, limitadas por motivos "profissionais, estudos, reunião familiar, razões de saúde ou humanitárias"

     

    Mesmas regras passarão a valer para voos que têm como destino ou origem o Reino Unido
    Mesmas regras passarão a valer para voos que têm como destino ou origem o Reino Unido | Foto: Divulgação

    LISBOA — Portugal anunciou nesta sexta-feira (16) o fim da suspensão dos voos para o Brasil, que estava em vigor desde 27 de janeiro, a partir de segunda-feira.

    Agora, disse o Ministério do Interior em um comunicado, apenas viagens essenciais serão realizadas, limitadas por motivos "profissionais, estudos, reunião familiar, razões de saúde ou humanitárias".

    Lisboa anunciou que as mesmas regras passarão a valer para voos que têm como destino ou origem o Reino Unido, país que enfrentou um grande surto da Covid-19 no início do ano, impulsionado pela variante B.1.1.7, mais contagiosa.

    Aqueles que tiverem motivos para viajar, ressaltou o governo português, precisarão mostrar um teste PCR negativo para a doença.

    Variante

    As medidas fazem parte do desconfinamento gradual de Portugal, que havia retornado a uma quarentena total em 15 de janeiro para conter seu pior momento na pandemia, impulsionado principalmente pela variante britânica e pelo aumento da circulação nas festas de fim de ano.

    As restrições duraram até o fim de março e fizeram o país registrar uma queda brusca de casos.

    Desde então, retoma gradualmente suas atividades. No último dia 5, o país ingressou na segunda etapa do plano, reiniciando atividades escolares e reabrindo a área externa de restaurantes.

    O fim das suspensão dos voos coincide com a terceira fase do planejamento, anunciada pelo primeiro-ministro, António Costa, na quinta.


    * Com informações do jornal O Globo


    Leia Mais:


    Homens injetam creme para aumentar pênis e acabam internados na França

    Ministério da Saúde recomenda que mulheres adiem gravidez na pademia

    Antes de acidente jovem filma painel e diz: ‘A gente vai morrer'; veja