Fonte: OpenWeather

    Cura


    Menino que viralizou em foto com irmã está curado do câncer

    A família recebeu o diagnóstico de leucemia em 2018. O tratamento começou logo depois e foram meses de internação, além de inúmeras sessões de quimioterapia

     

     

    Becket e a irmã celebram a vida após tratamento contra o câncer
    Becket e a irmã celebram a vida após tratamento contra o câncer | Foto: Reprodução

    Beckett Burge está curado do câncer! Você pode não conhecê-lo pelo nome, mas sim por uma foto que viralizou em 2019, quando ele tinha apenas 4 anos. 

    A foto mostrava Beckett muito magro, careca e usando fralda, curvado sobre um vaso sanitário, enquanto passava mal e era amparado pela irmã, Aubrey.

    O registro foi feito enquanto Beckett passava mal após uma sessão de quimioterapia. Hoje a imagem dos irmãos é bem diferente! Eles apareceram sorrindo e muito felizes em uma publicação feita pela mãe, Kaitlin.

     

    A foto viralizou nas redes sociais
    A foto viralizou nas redes sociais | Foto: Reprodução

    Ela contou ainda que Beckett recebeu alta. Ele está completamente curado da leucemia linfoblástica aguda. O garoto foi liberado para voltar à escola e está livre para realizar todas as atividades que qualquer criança da idade dele.

    Irmãos inseparáveis

    A mãe conta que Aubrey e Beckett sempre foram muito amigos. Quando soube do diagnóstico, a menina, que é um ano mais velha que o irmão, estava sempre do lado dele, amparando no que fosse preciso.

    De acordo com a mãe, o apoio da irmã foi essencial para a recuperação de Beckett. Kaitlin diz que o laço entre eles é algo que ninguém poderia substituir.

    A família recebeu o diagnóstico de leucemia em 2018. O tratamento começou logo depois e foram meses de internação, além de inúmeras sessões de quimioterapia.

    Kaitlin lembra que os últimos anos foram intensos, mas em nenhum momento a família desacreditou da cura de Beckett e se manteve sempre unida.

    Ela conta, emocionada, que no dia em que recebeu a notícia que poderia retirar o ponto de entrada da quimioterapia, o garoto ficou muito feliz, mas estava nervoso. “Ele sabe que aquilo o manteve vivo”, explicou.

    Leia mais:

    Grupo de Apoio à Criança com Câncer recebe fomento em Manaus 

    Diagnóstico precoce de câncer infantojuvenil aumenta chances de cura 

    Amazonas registra aumento de casos de câncer de intestino 

    <<<<<<< HEAD ======= >>>>>>> e5a666b371d90e4920345db9572e28a6ed1fabe8