Fonte: OpenWeather

    Proibido


    Homem é sentenciado à morte por levar “Round 6” para Coreia do Norte

    A pena pode ser executada por um pelotão de fuzilamento

     

    Mais seis alunos foram sentenciados a cinco anos de trabalho forçado
    Mais seis alunos foram sentenciados a cinco anos de trabalho forçado | Foto: Reprodução

    Um homem foi condenado à pena de morte por levar cópias da série sul-coreana Round 6 para a Coreia do Norte.

    Estudantes do ensino médio serem flagrados assistindo a série e o contrabandista foi identificado. A pena pode ser executada por um pelotão de fuzilamento.

    A Radio Free Asia informou que a série mais assistida da história da Netflix entrou no país pela China e que pendrives foram utilizados.

    Além do contrabandista, um dos alunos que assistiu Round 6 foi condenado à prisão perpétua pelo fato de ter comprado o material.

    Mais seis alunos foram sentenciados a cinco anos de trabalho forçado. A punição foi estendida também para profissionais da escola: professores e funcionários foram demitidos e poderão ser enviados para minas remotas para executarem serviços.

    Na Coreia do Norte, uma lei proíbe o comércio e divulgação de filmes, música e livros no país com o objetivo de afastar mídias da Coreia do Sul e dos Estados Unidos. A proposição foi aprovada em dezembro de 2020.

    Leia mais:

    Coreia do Norte teste novo míssil hipersônico 

    Escolas emitem alerta aos pais sobre série "Round 6" 

    Confira informações sobre segunda temporada do Round 6