Fonte: OpenWeather

    Violência


    Traficantes proíbem enterro dos 13 mortos pela PM em confronto

    Os mortos pertencem a uma facção rival e os traficantes não permitem o enterro deles. PM recebeu recado

    Foram mortos 13 traficantes em confronto com a PM do Rio
    Foram mortos 13 traficantes em confronto com a PM do Rio | Foto: Divulgação


    Rio - Traficantes que dominam a região do Catumbi, no Rio de Janeiro, mandaram um recado para a Polícia Militar proibindo que os 13 mortos durante confronto nas favelas Fallet, Fogueteiro e Prazeres sejam enterrados no Cemitério São Francisco de Paula. Os criminosos dominam o tráfico na região e são de uma facção rival. 

    De acordo com a polícia, os mortos pertenciam a uma organização que disputava território com a facção do Catumbi. Os militares foram informados que a proibição é antiga. Familiares que tentaram enterrar integrantes de facções rivais no cemitério foram recebidos com tiros.

    "Não pode enterrar lá. Eles dão tiros da favela em direção ao cemitério, ameaçam as famílias e dizem que vão invadir o cemitério para picotar os corpos", disse uma testemunha ao jornal Extra.

    Confronto

    A polícia fez uma mega operação nas três favelas dominadas pelo Comando Vermelho. 10 deles foram mortos durante troca de tiros na favela do Fallet. Os criminosos estavam com fuzis, nove pistolas e cinco granadas.

    Traficantes dos Morros da Coroa, e Fallet estão em guerra desde a noite da última quarta-feira (6) pelo domínio do tráfico na região.