Fonte: OpenWeather

    Hackeado


    Ministro Sérgio Moro tem celular invadido e linha é bloqueada

    Há suspeita de que o número pessoal do ministro da Justiça e Segurança Pública tenha sido clonado

    Até o momento, nem Moro e nem a sua assessoria identificaram invasões em suas contas nas redes sociais | Foto: Divulgação
    Até o momento, nem Moro e nem a sua assessoria identificaram invasões em suas contas nas redes sociais
    Até o momento, nem Moro e nem a sua assessoria identificaram invasões em suas contas nas redes sociais | Foto: Divulgação

    Brasília - O celular pessoal do ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, sofreu uma tentativa de invasão. Moro cancelou a linha que usava desde quando ainda era o juiz da Operação Lava Jato em Curitiba e determinou a abertura de investigações.

    Em nota, a assessoria do ministro informou que há possibilidade de clonagem do número (41) 99944-4140, que o ministro utilizava, e por isso a linha foi “abandonada”. O ministro desconfiou de uma ligação recebida por ele e, logo em seguida, bloqueou a linha.

    Até o momento, nem Moro e nem a sua assessoria identificaram invasões em suas contas nas redes sociais.

    Veja a nota na íntegra:

    "Informamos que ontem houve tentativa de invasão do telefone celular do Ministro da Justiça e Segurança Pública, linha 41 99944-4140. Diante da possibilidade de clonagem do número, a referida linha foi abandonada. Investigação para apuração dos fatos já está em andamento".

    Leia Mais

    Receba as principais notícias do Portal Em Tempo direto no Whatsapp. Clique aqui!

    ‘Não há como indenizar as famílias de presos mortos’, diz Wilson Lima

    Após chacina, 'racha' na FDN gera conflitos fora das cadeias em Manaus