Fonte: OpenWeather

    Crime no Mato Grosso do Sul


    Traficantes do PCC matam jovem envolvida com o Comando Vermelho

    Danielle Pereira de Magalhães foi atraída por um membro do PCC e sentenciada à morte por ligação com a facção rival

    Jovem estava desaparecida desde o dia 27 de agosto; cadáver foi encontrado na última segunda-feira (2) | Foto: Reprodução

    Quatro pessoas foram presas pelo assassinato da adolescente Danielle Pereira de Magalhães, de 17 anos, em Corumbá, no Mato Grosso do Sul. Segundo informações da Polícia Civil, a jovem foi morta por membros da facção criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC). O motivo do crime seria o envolvimento de Danielle com a facção rival Comando Vermelho (CV).

    Tuanny dos Santos, André Benites Chimenes, o "Já Vai", Sebastião dos Santos Avelar, conhecido como "Pele", e Flávio Elias Magalhães, conhecido como "Flavinho", são os suspeitos do assassinato. Outra acusada, Ellen Nara Martins Romeiro, a "Dominique", está foragida.  

    Local onde o corpo da jovem foi encontrado
    Local onde o corpo da jovem foi encontrado | Foto: Divulgação

    O crime

    No dia 29 de agosto, Tuanny teria servido de isca e atraído Daniele a uma casa a mando de seu companheiro Flávio para passar por uma "radiação", conhecida como tribunal do crime pelo telefone. A adolescente foi sentenciada à morte por fazer parte da facção Comando Vermelho.

    André, Sebastião e Flávio teriam segurado Daniele enquanto Dominique desferia o golpe de faca no pescoço da garota. O corpo da jovem foi levado até a área de mata e desovado após ser alvejado com vários tiros nas costas. Tuanny confessou o crime após a mãe da vítima afirmar que viu a filha na companhia da suspeita antes do desaparecimento.

    O corpo de Danielle foi encontrado pela polícia na última segunda-feira (2), em avançado estado de decomposição. Todos os detidos pelo assassinato de Danielle tiveram pedidos de prisão temporária expedidos.