Chacina


Bebê e três adultos são sequestrados e mortos a tiros em Salvador

Essa foi a segunda chacina ocorrida em Salvador em dois dias. Na sexta-feira (13), quatro motoristas de aplicativo foram torturados e assassinados com golpes de facão

Um dos homens morreu na rua, enquanto o outro e uma mulher entraram em óbito na calçada.
Um dos homens morreu na rua, enquanto o outro e uma mulher entraram em óbito na calçada. | Foto: Reprodução

Salvador (BA) - Quatro pessoas foram sequestradas e mortas, dentre elas um bebê de um ano, vítimas de um atentado a tiros ocorrido na noite de ontem, na avenida Juracy Magalhães Júnior, no bairro Horto Florestal, em Salvador. A chacina ocorreu na ladeira de acesso ao condomínio de luxo Vale do Loire. Até agora, nenhum suspeito de autoria do crime foi preso.

As vítimas

As vítimas da chacina estão identificadas como Ana Paula Ramos da Silva, 18, Diógenes Rosário da Rocha, 29, e Suedson Oliveira Coelho, 38. O bebê é do sexo masculino. A polícia não informou o grau de parentesco dele com as vítimas da chacina.

Segundo a Polícia Militar, as vítimas foram sequestradas na comunidade Baixinha do Santo Antônio, no bairro São Gonçalo do Retiro, na tarde de sábado (14), por homens em um Linea, de cor branca. Depois, no início da noite, elas foram retiradas do veículo na via de acesso ao condomínio, onde foram assassinadas a tiros.

Um dos homens morreu na rua, enquanto o outro e uma mulher entraram em óbito na calçada. O bebê foi atingido por tiros e chegou a ser socorrido para o Hospital Geral do Estado (HGE), mas veio a óbito durante atendimento médico.

Essa foi a segunda chacina ocorrida em Salvador em dois dias. Na sexta-feira (13), quatro motoristas de aplicativo foram torturados e assassinados com golpes de facão, ao serem acionados para corridas, no bairro Jardim Santo Inácio, periferia de Salvador. Um suspeito de participar do crime morreu em confronto com a polícia.

De acordo com a Polícia Civil, informações preliminares apontam que Diógenes Rosário da Rocha tem passagens por roubos a transportes coletivos. “O DHPP realiza diligências para identificar o veículo utilizado no crime e os autores”, disse a polícia.

Ainda segundo a polícia, Suedson Oliveira Coelho, 38, usava um colete de mototáxi e estava com as mãos e braços amarrados quando foi assassinado.

A área foi isolada para perícia. Os corpos foram retirados do local por peritos do Departamento de Polícia Técnica e levados para o Instituto Médico Legal (IML) de Salvador. Os corpos dos três adultos aguardam necropsia.

O crime está sendo investigado pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa. A polícia não divulgou as linhas de investigação e nem se a série de mortes tem relação com a chacina que vitimou os quatro motoristas de aplicativo.

 *Com informações do UOL*