Fonte: OpenWeather

    Tráfico de Pessoas


    Três pastores brasileiros são presos suspeitos de tráfico de pessoas

    Os religiosos foram detidos em Portugal

    A Polícia local encontrou cerca de trinta brasileiros alojados em condições precárias nos locais dos cultos | Foto: Divulgação

    Três pastores evangélicos brasileiros foram presos em Portugal por suspeita de tráfico de pessoas. Foram três meses de investigação, com 55 policiais do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras do país europeu. A Polícia local encontrou cerca de trinta cidadãos brasileiros alojados nos locais dos cultos, em condições precárias. Entre as vítimas estavam também crianças.

    As famílias saíram do Brasil com a promessa de que seriam legalizadas e teriam emprego ao chegarem na Europa. No entanto, de acordo com os investigadores, a maioria estava em situação irregular em Portugal e trabalhava sem qualquer registro oficial. Eles também tinham de pagar quantias de dinheiro para a igreja, que não teve o nome revelado.

    Segundo informações da imprensa portuguesa, o aluguel chegava a trezentos euros por mês, o que dá cerca de mil e quatrocentos reais. Os fiéis ainda tinham que pagar uma espécie de dízimo aos pastores, o que resultava em 10% do que ganhavam trabalhando para a igreja.

    De acordo com a Polícia, a denúncia foi feita por uma das vítimas. Em toda a operação, os policiais cumpriram três mandados de prisão e cinco de busca. Os presos foram dois pastores e uma pastora, que devem responder pelos crimes de auxílio à imigração ilegal e tráfico de pessoas.

    Os imigrantes vão ficar no alojamento até o fim das investigações. Os líderes religiosos permanecerão detidos.

    Veja o vídeo: