Fonte: OpenWeather

    Proteção


    Ministério da Saúde vai antecipar campanha de vacinação contra gripe

    A campanha deve começar no dia 23 de março

    No entanto, ainda não está disponível alguma proteção para a covid-19 | Foto: Divulgação

    No entanto, ainda não está disponível alguma proteção para a covid-19
    No entanto, ainda não está disponível alguma proteção para a covid-19 | Foto: Divulgação


    O Ministério da Saúde, em reunião com a equipe do governo de São Paulo, decidiu adiantar em quase um mês o início da  vacinação nacional contra gripe. Agora, a campanha deve começar no dia 23 de março. 

    A medida pode ajudar na identificação dos casos do novo coronavírus. Isso porque se um paciente apresenta um quadro gripal e informa que foi vacinado, facilita ao médico pensar na possibilidade de outras viroses que não aquelas que são cobertas pela vacina. 

    No entanto, ainda não está disponível alguma proteção para a covid-19 por se tratar de uma doença recente.

    "Não devemos ter vacinas específicas anti-coronavírus nos próximos meses. Vai demorar um pouquinho mais", afirma David Uip, médico responsável pelo comitê de contingência do estado de São Paulo para monitorar os novos casos do coronavírus.

    O Instituto Butantan disponiblizou 75 milhões de doses, 10% de toda a produção mundial da vacina de acordo com a instituição. A imunização começa pelas gestantes, crianças de até 6 anos e idosos.