Fonte: OpenWeather

    CORONAVÍRUS


    Com suspeita de Covid-19, homem morre após buscar hospitais por 5 dias

    Com dificuldades de respirar, ele chegou a buscar atendimento por cinco dias em pelo menos quatro diferentes unidades de saúde

    Abrahão Vanderlei Campos Santana, de 37 anos, passou por pelo menos quatro unidades de saúde entre Baixada e capital
    Abrahão Vanderlei Campos Santana, de 37 anos, passou por pelo menos quatro unidades de saúde entre Baixada e capital | Foto: Arquivo pessoal


    Morador de Mesquita, na Baixada Fluminense, cidade onde não há um único leito municipal de isolamento para pacientes com coronavírus, o técnico de informática Abrahão Vanderlei Campos Santana, de 37 anos, morreu nesta quarta-feira, com sintomas da doença, no Hospital Ronaldo Gazolla, em Acari, na Zona Norte do Rio.

    Com dificuldades de respirar, ele chegou a buscar atendimento por cinco dias em pelo menos quatro diferentes unidades de saúde, até perder a batalha pela vida. Pai de uma criança de 2 anos, e com uma renda mensal de pouco mais de um salário mínimo, o técnico de informática não terá provavelmente seu último desejo realizado pela família.

    Ele queria que seu corpo fosse cremado e que suas cinzas fossem jogadas no mar, mas parentes alegam não ter dinheiro suficiente para cobrir tal despesa. Sem recursos, a família ainda não marcou sequer a data do sepultamento do rapaz.

    — O corpo foi liberado, mas ainda não tem enterro marcado. Ele queria que o corpo fosse cremado. Sempre disse isso pra gente. Falava que, quando morresse, queria suas cinzas fossem jogadas no mar ou num lugar bem bonito. Não temos dinheiro. A funerária perguntou se a morte era suspeita de coronavírus. Eu disse que sim e me informaram que provavelmente não haverá nem velório — disse a mulher de Abrahão, que pediu para não ter seu nome divulgado.

    Segundo sua família, Abrahão foi submetido a uma testagem para coronavírus, feita no Ronaldo Gazolla, na última segunda-feira. No entanto, ainda não saiu o resultado do exame. Apesar disso, na declaração de óbito, consta que a morte ocorreu por suspeita de infecção por Covid-19.