Fonte: OpenWeather

    Ajuda Econômica


    ONG cria vaquinha on-line de cinco milhões para doar a indígenas

    Ribeirinhos também serão beneficiados com a ação da BrazilFoundation e Conservação Internacional (CI-Brasil), duas organizações filantrópicas

    O projeto ganhou o nome de 'Amazônia Sempre' e já conta com mais de R$ 100 mil em doações | Foto: Mídia Ninja

    Manaus - Durante a pandemia do novo coronavírus, indígenas e ribeirinhos sentiram, com particularidades, os efeitos da crise econômica. Boa parte desses grupos trabalha com a economia informal, por isso ficaram bastante prejudicados. Para auxiliar essas populações com ajuda humanitária, a BrazilFoundation e a Conservação Internacional (CI-Brasil), duas organizações filantrópicas se juntaram e criaram uma vaquinha on-line para doar R$ 5 milhões.

    O projeto ganhou o nome de 'Amazônia Sempre' e já conta com mais de R$ 100 mil em doações. O objetivo é que os recursos sejam destinados a organizações que representam e prestam suporte a essas populações na Amazônia.

    "As doações são entregues aos grupos beneficiários pelas organizações de nossa rede, que irão receber o recurso. A distribuição das doações é feita a partir de uma proposta apresentada pelas próprias entidades, considerando o escopo, alcance e potencial de impacto das ações" explica Rebecca Tavares, CEO da BrazilFoundation.

    Rebecca acredita que a Amazônia também é salva ao ajudar as populações tradicionais
    Rebecca acredita que a Amazônia também é salva ao ajudar as populações tradicionais | Foto: Divulgação

    Segundo ela, os principais requisitos para decidir para onde direcionar as doações são observar a presença da Covid-19 na aldeia ou comunidade, a situação alimentar, a quantidade de pessoas e a falta de insumos para prevenir o novo coronavírus. Além disso, observam também a situação de isolamento e a redução de renda ocasionada pela redução das atividades não essenciais na pandemia.

    Rebeca afirma que foram selecionadas quatro organizações para direcionamento dos recursos da Campanha. São grupos apoiados pela BrazilFoundation, que atuam com foco em populações tradicionais e "estão realizando ações sistemáticas de mitigação dos efeitos da pandemia", ressalta a CEO.

    Ela menciona ainda que as doações acabam por auxiliar não apenas os povos tradicionais, mas também a preservação da Amazônia enquanto ecossistema.

    Doação servirá para ajudar povos tradicionais duranta a pandemia do novo coronavírus
    Doação servirá para ajudar povos tradicionais duranta a pandemia do novo coronavírus | Foto: Flavio Forner

    "Não se pode pensar em preservação da floresta sem incluir os povos que nela habitam, sua cultura, conhecimento e tradições são mais que vetores importantes para sua conservação. Um patrimônio da humanidade, que deve ser respeitado e salvaguardado", afirma Rebecca.

    Segundo a organização, todas as informações relacionadas às doações são sistematizadas e registradas por meio de fotos e vídeos que são, posteriormente, compartilhados com os doadores por meio de relatórios periódicos que incluem quais povos foram atendidos, o número de aldeias e a quantidade de indígenas, bem como as organizações beneficiadas e os materiais adquiridos.

    Quase metade dos indígenas vivem na pobreza

    No Brasil e no mundo, indígenas estão associados à pobreza e más condições de trabalho. Segundo a Organização Internacional do Trabalho (OIT), por exemplo, mais de 86% da população indígena global trabalha na economia informal, geralmente associada as más condições de trabalho e à falta de proteção social. 

    No Brasil, um dado ainda de 2016 - mas um dos mais 'atuais' sobre o assunto - aponta que quase metade dos indígenas (49%) vive na classe E, considerada mais pobre. Do total de indígenas no País, que é de cerca de 869,9 mil, 18% (156 mil) vivem na extrema pobreza. O dado sobre a quantidade de indígenas é da Fundação Nacional do Índio (Funai), e o econômico é do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

    Sobre as organizações filantrópicas

    A BrazilFoundation mobiliza recursos para ideias e ações que transformam o Brasil. A fundação trabalha com líderes, organizações sociais e uma rede global de apoiadores para promover igualdade, justiça social e oportunidade para todos os brasileiros. Em 20 anos de atuação, a BrazilFoundation já arrecadou mais de US$ 53 milhões que foram investidos em mais de 625 organizações sociais de todo o país nas áreas de Educação, Saúde, Cultura, Desenvolvimento Socioeconômico e Direitos Humanos.

    A Conservação Internacional (CI-Brasil) usa ciência, política e parcerias para proteger a natureza da qual as pessoas dependem para obter alimentos, água doce e meios de subsistência. Fundada em 1990 no Brasil, a Conservação Internacional trabalha em mais de 30 países em seis continentes para garantir um planeta saudável e próspero, que sustenta a todos.

    Sobre o Fundo Amazônia da BrazilFoundation

    O Fundo Amazônia foi criado pela BrazilFoundation com o objetivo de contribuir para o desenvolvimento sustentável de pessoas e comunidades da Amazônia brasileira, por meio do apoio a ações para a conservação da biodiversidade e desenvolvimento socioeconômico local.

    Leia Mais

    Cheia de rios na Amazônia pode trazer fome, diz pesquisa

    Amazônia e a 'epidemia' de queimadas com curva crescente

    Cidades do interior do Amazonas sofrem com falta de leitos de UTI