Fonte: OpenWeather

    Benefício


    Caixa bloqueia contas do auxílio emergencial após suspeita de fraude

    Pessoas que sofreram o bloqueio de forma equivocada devem levar um documento até uma agência para requisitar o benefício

    | Foto: Divulgação

    O presidente da Caixa Econômica Federal (CEF), Pedro Guimarães, revelou nesta terça-feira (21) que inúmeros cadastros do auxílio emergencial foram bloqueados devido a suspeita de fraude. A instituição financeira constatou que hackers se aproveitaram de uma brecha no sistema, durante dez dias no mês de maio, para criar contas falsas e ter acesso ao benefício.

    Segundo ele, os invasores já foram identificados e suspensos, mas "algumas pessoas são pessoas honestas que foram penalizadas porque, para salvar o dinheiro público, nós fizemos uma medida que foi um pouco mais forte". 

    "Nós suspendemos centenas de milhares de contas, sim, e neste momento as pessoas podem pedir o desbloqueio", completou. Portanto, aqueles que foram bloqueados de forma equivocada devem levar um documento com foto até uma agência da Caixa para provarem que não cometeram fraude e conseguir o acesso ao auxílio emergencial. O processo pode demorar alguns dias, devido à quantidade de pessoas fazendo a requisição do benefício.

    As fraudes ocorreram porque, no início, mais de uma conta podia ser criada utilizando um mesmo celular. A medida, segundo a Caixa, visava a facilitar o cadastro para aqueles que não tinham um aparelho móvel, mas hackers utilizaram-na para agir. Pedro não passou o número exato dos bloqueios, mas disse que representam menos de 5% das 65,2 milhões de contas aprovadas. 

    Por outro lado, há um segundo grupo de pessoas que receberam a primeira parcela do auxílio emergencial e, para a próxima, foram consideradas inelegíveis. Nesses casos, o bloqueio ocorreu não por suspeita de fraude, mas devido a uma análise mais aprofundada ter apontado características do beneficiário que não estavam em conformidade com as regras para receber o auxílio.


    Leia mais

    Auxílio e FGTS: usuários voltam a relatar falhas no App Caixa Tem

    Câmara aprova auxílio emergencial para agricultor familiar

    Novo lote do auxílio emergencial aprova mais de 721 mil beneficiários