Estupro de vulnerável


Tio acusado de estuprar menina de 10 anos é preso em Minas Gerais

A informação foi confirmada na manhã desta terça-feira (18) pelo governador do Estado do Espírito Santo, Renato Casagrande, e também pela Polícia Civil do ES

Ainda não há detalhes sobre a prisão, mas o tio da menina já está sendo transferido para o Espírito Santo
Ainda não há detalhes sobre a prisão, mas o tio da menina já está sendo transferido para o Espírito Santo | Foto: Divulgação

O tio acusado de estuprar e engravidar a menina de 10 anos em São Mateus, Região Norte do Espírito Santo, foi preso nesta madrugada, entre 3h e 4h, na cidade de Betim, em Minas Gerais.

A polícia capixaba recebeu a denúncia e foi até o local onde ele estava escondido. Antes, o rapaz esteve na Bahia e depois fugiu para Minas Gerais. O nome do suspeito não será divulgado para preservar a identidade da criança.

Ainda não há detalhes sobre a prisão, mas o tio da menina já está sendo transferido para o Espírito Santo e deve chegar a qualquer momento. Assim que chegar, ele será interrogado e depois deve ser levado para o Complexo de Xuri, onde existe uma ala para presos acusados de estupro.

O governador Renato Casagrande confirmou a informação na manhã desta terça-feira, com uma mensagem para criminosos. "Que sirva de lição para quem insiste em praticar um crime brutal, cruel e inaceitável dessa natureza", publicou em uma rede social.

Em seguida, a Secretaria de Estado da Segurança Pública (Sesp) enviou uma nota também confirmando a prisão. "A equipe da Polícia Civil de São Mateus confirmou a prisão do suspeito de estupro da menina de 10 anos, realizada na madrugada dessa terça-feira, na região Metropolitana de Belo Horizonte, em Minas Gerais. A equipe está em deslocamento para o Espírito Santo. Mais detalhes serão divulgados assim que possível."

Suspeito era considerado foragido

No dia 12 de agosto, o juiz da 3ª Vara Criminal de São Mateus, no Norte do Espírito Santo, determinou a prisão preventiva do principal suspeito de estuprar e engravidar uma criança de 10 anos.

Com a medida, o suspeito passou a ser considerado foragido e foi preso na madrugada desta terça-feira (18). No dia 13 de agosto, a Polícia Civil concluiu o inquérito policial que investiga o caso e indiciou o suspeito pela prática dos crimes de ameaça e estupro de vulnerável, ambos praticados de forma continuada.

O homem já cumpriu pena entre os anos de 2011 e 2018 pelo crime de tráfico de drogas. É possível que ele tenha começado os abusos contra a criança quando ainda estava no regime semiaberto, já que a vítima relatou ser estuprada pelo tio desde os 6 anos de idade.

De acordo com a Secretaria de Estado da Justiça (Sejus), o homem, atualmente com 33 anos, entrou no sistema prisional em maio de 2011 e ficou no regime fechado até março de 2017, quando conseguiu a progressão para o semiaberto. Em março de 2018, ele finalizou o cumprimento da pena.

Dados sigilosos

Após dados pessoais da criança serem divulgados nas redes sociais, a Defensoria Pública do Espírito Santo (DPES) conseguiu, na Justiça, uma liminar para a retirada de publicações que violaram os direitos da menina envolvida no caso.

A decisão foi dada pelo juízo de plantão da 5ª Região na noite do último domingo (16). A liminar é para que o Google Brasil, o Facebook e o Twitter retirem no prazo estipulado informações divulgadas sobre o caso nas plataformas digitais.

Segundo a Defensoria, “os dados divulgados causaram ainda mais constrangimento à menina e aos seus familiares”.

Leia mais:

Jovem é preso em Manaus por publicar vídeo de criança sendo estuprada 

Suspeito de mostrar genital para menina dentro de ônibus é preso no AM

Homem é preso por abusar sexualmente de enteada de 14 anos