Fonte: OpenWeather

    Cobra


    Homem é picado por cobra jararacuçu e fica 5 dias internado em SP

    A vítima conta que pensou na morte quando foi picado pela cobra peçonhenta

    A jararacuçu é a segunda maior serpente no Brasil
    A jararacuçu é a segunda maior serpente no Brasil | Foto: Sávio Freire Bruno

    O motorista Valmir Alves Ribeiro de 46 anos ficou cinco dias internado na cidade de Cubatão, litoral de São Paulo após ter sido picado por uma cobra jararacuçu. 

    Ele contou que estava mexendo no caminhão após uma forte chuva que caiu sobre a cidade. Ele sentiu algo incômodo no pé. Valmir confessa que pensou que iria morrer no momento em que a cobra o picou. 

    “Parecia um caminhão passando em cima do meu pé. Quando vi, tinha um animal preso no meu pé. Achei que era um sapo, uma perereca. Quando parei para ver mesmo, a cobra estava grudada no meu dedinho. Entrei em desespero. Pensei que iria morrer, coração ficou disparado”, disse.

    A jararacuçu é a segunda maior serpente no Brasil. Acidentes envolvendo esta serpente costumam ser graves, devido ao fato da espécie injetar cerca de 4 ml de peçonha na vítima, considerada uma grande quantidade. Dentre os sintomas associados aos acidentes por jararacuçu, observam-se edema e dor no local da picada, hemorragias, infecção, necrose e insuficiência renal.

    *UOL

    Leia mais:

    Criminosos apagam idoso com Rivotril e o matam com fio de antena

    Vítima persegue e mata suspeito de roubo com tiro no peito em Manaus