Fonte: OpenWeather

    Covid no Brasil


    Após eleições, SP regrediu para a fase amarela da Covid-19

    Na fase Amarela os estabelecimentos funcionam com capacidade limitada a 40% da ocupação para todos os setores

    Segundo os dados da Secretaria Estadual de Saúde, na última semana houve redução de 14% no numero de casos, elevação de 12% nos óbitos e de 7% nas internações
    Segundo os dados da Secretaria Estadual de Saúde, na última semana houve redução de 14% no numero de casos, elevação de 12% nos óbitos e de 7% nas internações | Foto: Roque de Sá- Agência Senado

    O estado de São Paulo retornou para a fase amarela das taxas de transmissão da covid-19 e nas internações no estado. O anúncio foi feito hoje (30) pelo Governo Estadual. 

    Segundo os dados da Secretaria Estadual de Saúde, na última semana houve redução de 14% no numero de casos, elevação de 12% nos óbitos e de 7% nas internações.

    A ocupação de leitos covid-19 na região metropolitana de São Paulo é de 59,1% e no estado, de 52,2%.  Em todo o estado foram registrados 1.241.653 casos, com 42. 095 óbitos.

    Na fase Amarela os estabelecimentos funcionam com capacidade limitada a 40% da ocupação para todos os setores, com funcionamento limitado a dez horas por dia e até as 22h. Também ficam proibidos eventos com público em pé. Espaços culturais nos quais o público fique sentado com distanciamento social e controle de fluxo continuam funcionando.  A nova reclassificação do Plano São Paulo será anunciada no dia 4 de janeiro. 

    "Vamos reforçar os mecanismos e medidas de fiscalização e estamos atentos e atuantes. Precisamos da mesma população que garantiu o sucesso do Plano São Paulo até aqui para que continuemos a ter sucesso enquanto a vacina não estiver disponível", disse o secretário estadual de Saúde, Jean Gorinchteyn.

    *Via Agência Brasil

    Leia mais:

    Imagens impressionantes: vídeo mostra jacaré sendo devorado por onça

    Bebê nasce com anticorpos da Covid-19 e Singapura estuda caso