Fonte: OpenWeather

    Denúncia


    Ministério Público denuncia cliente que humilhou entregador em SP

    Autor de ofensas pode pegar de 1 a 3 anos de cadeia por atos racistas caso denúncia seja aceita. Caso aconteceu em agosto

    Também é pedida indenização por danos morais e danos coletivos
    Também é pedida indenização por danos morais e danos coletivos | Foto: Reprodução

    Mateus Abreu Almeida Prado, o cliente que proferiu palavras e atos racistas a um entregador de comida em Valinhos, no interior paulista, foi denunciado pelo Ministério Público.

    O crime aconteceu em agosto e um vídeo mostrando as ofensas racistas foi divulgado nas redes sociais. A promotoria entregou a denúncia à justiça, exigindo a condenação por crime de discriminação racial. 

    Também é pedida indenização por danos morais e danos coletivos, pois o criminoso não ofende somente a vítima, mas toda a classe de trabalhadores da qual o motoboy pertence, além de ofensas a negros.

    A justiça ainda não aceitou ou negou a denúncia. A condenação, caso seja aceita, é de 1 a 3 anos de prisão.

    Veja a reportagem do caso: