Fonte: OpenWeather

    Coronavírus


    Em Israel, vacinação contra a Covid-19 começará em 18 dias

    Premiê israelense Benjamin Netanyahu disse que quer ser a primeira pessoa imunizada no país

    O país, de cerca de 9 milhões de habitantes, tem quase 3 mil mortes e 350 mil contaminados desde o início da pandemia
    O país, de cerca de 9 milhões de habitantes, tem quase 3 mil mortes e 350 mil contaminados desde o início da pandemia | Foto: Reprodução/Wikimedia Commons

    Horas após receber o primeiro lote da vacina desenvolvida pela farmacêutica norte-americana Pfizer e pelo laboratório alemão BioNTech, o premiê de Israel, Benjamin Netanyahu, anunciou que a imunização no país irá começar ainda neste ano, em 27 de dezembro.

    Netanyahu detalhou que o serviço de saúde pública israelense poderá administrar até 60 mil doses por dia. De acordo com o primeiro-ministro, cerca de 1 milhão de doses já estão em solo israelense e um novo carregamento, com outras centenas de milhares, chegará ao país ainda nesta semana. 

    "Hoje é um grande dia de celebração para Israel. Ainda precisamos manter as regras sobre uso de máscaras, lavar as mãos e manter o distanciamento, mas o fim disso tudo já é visível", afirmou o primeiro-ministro.

    Como forma de incentivar a vacinação, o premiê declarou que quer ser o primeiro a receber a vacina no país. "Estou pedindo que cada cidadão israelense seja vacinado e, como devo servir de exemplo, serei o primeiro a ser vacinado em Israel", afirmou.

    Benjamin Netanyahu disse também que o Ministério da Saúde israelense está trabalhando para desenvolver o que chamou de um "passaporte verde". "Quem receber uma vacina poderá mostrar um cartão ou um aplicativo que os habilite para entrar em eventos, shoppings, outras instalações e todo tipo de serviços. Isso também vai estimular a vacinação e nos ajudar a restaurar rapidamente a normalidade, para simplesmente mudar o quadro atual", declarou o premiê.

    O país, de cerca de 9 milhões de habitantes, tem quase 3 mil mortes e 350 mil contaminados desde o início da pandemia.