Fonte: OpenWeather

    Erro judicial


    Após erro de juiz, casal é obrigado a devolver bebê para adoção

    Gabriela e Thallys temem não conseguir o pequeno de volta, já que o mesmo foi adotado por outra família

    O casal teme não poder ter o pequeno de volta ao lar
    O casal teme não poder ter o pequeno de volta ao lar | Foto: divulgação


    Um casal teve de devolver o filho adotivo ao abrigo após um erro judicial. O caso ocorreu no município de Tianguá, no interior do Ceará.

    Gabriela e Thallys são casados desde 2012 e, em setembro, receberam a notícia de que havia um bebê para completar a família. Semanas depois, no entanto, o magistrado voltou atrás da decisão. 

    Segundo a vítima, o juiz não tinha visto que o casal estava sem um certificado de um curso para adoção, exigido por lei. Gabriela e Thallys, no entanto, assistiram às aulas, mas, por uma falha no sistema, nunca receberam o certificado de conclusão. Por vezes, foram atrás do papel, mas nunca conseguiram obtê-lo.

    O casal teme não poder ter o pequeno de volta ao lar, já que foi adotado por outra família.